EXCLUSIVO: Tributação dos dividendos é anunciada pelo ministro da economia

É mentira. É 1º de abril.

Mas...

Você se surpreenderia com uma notícia dessas?

O que será que aconteceria com os fundos imobiliários nesse cenário?

Acreditamos, por mais incrível que possa parecer, que se a tributação dos dividendos acontecesse mediante uma ampla e coerente reforma tributária, talvez essa tributação nos dividendos pudesse ser até um fator positivo para a indústria.

Isso aconteceria, em nossa visão, pois poderia reduzir as despesas tributárias das operações dos Fiis, fazendo com que, no final das contas, a tributação dos dividendos pudesse ser menos impactante do que se imagina num primeiro momento.

Em uma conjunta dessas, não só os fundos imobiliários, mas também as empresas – inclusive as listadas em bolsa – poderiam se privilegiar de um "enxugamento" nas suas DREs, fazendo com que a última linha desse mapa contábil se fizesse mais robusto e, por consequência, as margens dessas classes de ativos se tornariam mais expressivas.

Seguindo ainda nessa linha de raciocínio, isso poderia fazer com que os cotistas e acionistas dessas classes de ativos fossem melhor remunerados, mesmo com essa eventual tributação.

É claro que não estamos defendendo aqui que uma tributação ocorra e o restante de todo o sistema tributário permaneça o mesmo.

Isso, com certeza, seria péssimo para a indústria de investimentos em renda variável.

Contudo, convidamos você a pensar na hipótese que levantamos acima: uma possível reforma tributária vasta e coesa.

Há de se adicionar, contudo, que entendemos que, embora seja essa uma possibilidade real do atual governo, acreditamos que tal articulação só ganhará os holofotes após o desencadeamento do andamento da Reforma da Previdência.

Até lá, muito ainda tem a ser falado, discutido e especulado, principalmente pelos nossos representantes de Brasília.

Enquanto nada se concretiza, seguimos com nossa religiosa estratégia de investimentos em fundos imobiliários:

Comprar mensalmente bons Fiis, reinvestir os dividendos, e repetir o processo indefinidamente.

Para isso, todas as informações que precisamos para tomar nossas decisões de investimentos podem ser encontradas de maneira gratuita no nosso site e no Funds Explorer.

Ademais, ruídos continuarão a surgir todos os dias.

Alguns deles com certa coerência.

A grande maioria apenas com o intuito e real potencial de chacoalhar o mercado (o que é excelente para o investidor de longo prazo, em termos de geração de oportunidades a preços descontados).

Em uma era de Fake News, ficar desconexo do infinito nível das grandes "notícias de última hora" é cada vez mais importante.

Afinal de contas, o 1º de abril é apenas uma vez por ano, embora muitas fontes pareçam se esquecer disso – com exclusividade, é claro.

Conte conosco.

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários