Ibovespa nas máximas históricas, juntamente com perspectivas futuras positivas para o cenário econômico brasileiro.

Isso se configura muito por conta da retomada do crescimento, inflação baixa e sob controle, juros nas mínimas históricas, além de possibilidade real e crescente do avanço das importantes e necessárias reformas, com ênfase na previdenciária.

E o que isso significa?

Significa que a atratividade da bolsa, num contexto geral, torna-se cada vez maior, muito pelo fato de que, embora estejamos na máxima, em termos nominais, o Ibovespa, em dólar, ainda tem bastante espaço para atingir o seu patamar máximo que foi alcançado em meados de 2008, quando estava em 44.616 pontos na moeda americana (73.438 pontos em moeda local).

Hey, você, comece ontem!

Conforme é possível ver acima, hoje, convertido para o dólar, o Ibovespa está na faixa dos 26.200 pontos, ou seja, precisaria subir ainda cerca de 70% para alcançar o pico observado há 11 anos.

Contudo, é interessante destacar que, naquela época da máxima, em 2008, o câmbio estava em R$ 1,64, aproximadamente. Hoje o dólar está cotado na faixa dos R$ 3,79, ou seja, é preciso ainda uma valorização considerável de nossa moeda, para que, de fato, o Ibovespa conquiste novamente a sua máxima dolarizada.

Cabe aqui acrescentar, também, que o investidor estrangeiro ainda se encontra esperando com certa cautela para entender melhor como será a negociação da reforma da Previdência no Congresso para, de fato, entrar forte na nossa bolsa.

Quando isso, de fato, vier a acontecer, aí sim será possível constatar, em nossa opinião, uma forte tendência de alta no índice, muito por conta da valorização média dos preços das ações das empresas e, também, pelo forte potencial de valorização do Real frente ao Dólar.

Voltando os olhos para os fundos imobiliários, uma perspectiva como a mencionada acima é extremamente positiva para essa indústria.

Aumentando a atratividade da bolsa, como um todo, é fato que os olhos dos investidores também se voltarão aos FIIs.

Como destacamos na nossa carta de ontem (19), o número de investidores de FIIs não para de crescer (fechamos o último mês de fevereiro com 252.768 investidores de fundos imobiliários, uma alta de 9,56% frente a janeiro), e acreditamos que essa tendência continuará intensa nos próximos anos.

Portanto, não mais hesite.

O momento é agora!

Comece o quanto antes a investir em fundos imobiliários.

Poupe mensalmente, invista regularmente em bons FIIs e reinvista os dividendos.

Repetimos isso praticamente todos os dias por aqui, mas o motivo é simples.

Não existe outro caminho!

"A simplicidade é o último grau de sofisticação", já dizia Leonardo da Vinci.

Com a maré e o vento a favor, fazer o simples nunca foi tão fácil e prazeroso.

Comece hoje, as perspectivas estão muito favoráveis, e tendem a aumentar.

Conte conosco na sua evolução, mas não dependa de ninguém!

As suas próximas gerações irão te agradecer.

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários