Caro investidor, você sabe realmente o que é liquidez e qual é a sua influência em seus investimentos?

Essa é uma pergunta muito importante para o investidor, pois, saber o que é liquidez é essencial para investir da forma correta e sem surpresas.

Mas então, o que é liquidez nos investimentos? No conceito econômico, se considera a facilidade com que um ativo pode ser convertido no meio de troca da economia, ou seja, é a simplicidade com que ele pode ser convertido em dinheiro. O grau de agilidade de conversão de um investimento sem perda significativa de seu valor mede sua liquidez.

O que é liquidez nos investimentos

o que é liquidez

Ao fazer um investimento, o investidor troca uma quantia de dinheiro por um ativo.

Esse ativo pode ser por exemplo, um título público, uma caderneta de poupança, ações de empresas ou um imóvel.

No entanto, se esse investidor tiver algum imprevisto e precisar do dinheiro de volta, precisará se desfazer do bem ou do direito que adquiriu.

Diante disso, alguns desses investimentos têm uma maior liquidez do que outros, ou seja, é mais fácil e rápido de os transformar em dinheiro.

Um exemplo de investimento de alta liquidez é a caderneta de poupança.

Caso o investidor precise resgatar o que tem depositado na poupança, conseguirá fazer isso de forma imediata.

Já um imóvel é um investimento de liquidez baixa, pois pode ficar meses para conseguir vender.

Entretanto, para vender um imóvel rapidamente, o investidor precisaria colocar um preço mais baixo do que o mercado.

É por isso que se diz que a liquidez engloba em seu significado tanto a dimensão da agilidade da conversão em dinheiro como a da perda de valor.

Com isso, o risco de liquidez é a possibilidade de não conseguir negociar um ativo sem que seu preço seja afetado.

Tipos de liquidez nos investimentos

o que é liquidez

A liquidez se faz presente em todo e qualquer investimento, variando em baixa, média e alta liquidez dependendo do ativo. Veja:

  • Liquidez alta

É uma liquidez diária. Isso pode ser de um dia para o outro ou uma liquidez diária – intraday.

Como representação disso, temos a poupança que possui uma liquidez muito alta, pois, o investidor pode reaver o dinheiro investido a qualquer momento do dia.

Também temos as ações mais movimentadas na B3, que possuem liquidez diária.

  • Liquidez média

Podemos caracterizar esta como semanal, onde o resgate do investimento pode ser feito periodicamente.

Um exemplo disso, seriam os Certificados de Depósito Bancário (CDBs), onde o investidor faz a ordem de venda hoje e demora alguns dias para ser executada a liquidação do valor.

  • Liquidez baixa

Agora por último, temos a liquidez baixa, que configura em anos ou meses pra se resgatar o investimento. O exemplo disso, temos o investimento em imóveis.

Nesse caso, se o investidor precisar vender o imóvel para usar o dinheiro, não vai conseguir fazer isso rapidamente.

Em conclusão, quando o investidor decide colocar seu dinheiro em um bem ou investimento, ele precisar estar ciente do que é liquidez. Isso fará total diferença na hora que precisar de seus recursos.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários