Para nós, se atentar ao preço, ao se investir em fundos imobiliários, é muito importante (embora respeitemos totalmente quem pensa diferente e acredita que o preço não importa).

Contudo, tentar prever o preço, principalmente no curto prazo, é algo que deveria ser abominado por qualquer pessoa que tenha o interesse em investir de maneira sustentável no longo prazo.

Por que isso?

Simplesmente pelo fato de que vivemos em um ambiente conjuntural totalmente sujeito ao desempenho de um sistema inteiramente caótico e desordenado.

Como assim?

Imagine a seguinte situação...

Suponha-se que algum gênio da programação e das estatísticas conseguisse desenvolver um programa de computador que todos nós tivéssemos acesso 24 horas por dia, e que tal programa fosse capaz de prever com 100% de exatidão o fechamento do dia seguinte do preço da cota de um fundo imobiliário qualquer (XXXX11).

Por consequência disso, o preço da cota do XXXX11 iria, imediatamente, reagir a essa previsão 100% correta feita pelo algoritmo programado por esse gênio.

Por conseguinte, tal previsão simplesmente não iria se concretizar, pelo menos no prazo determinado pelo algoritmo.

A título de ilustração...

Imagine que, se, por ventura, o preço atual da cota do XXXX11 fosse de R$ 100,00, e que o infalível programa de computador, munido de todo o arsenal estatístico e tecnológico, previsse que no fechamento do dia seguinte o preço dessa mesma cota iria ser de R$ 110,00.

Com essa profecia decretada, os investidores iriam rapidamente correr para a tela de seus smartphones, abrir o home broker e emitir sucessivas ordens de compra para o XXXX11 para suas corretoras, de modo que pudessem, assim, “lucrar” com a alta do preço prevista.

À vista disso, o preço da cota do XXXX11 iria muito provavelmente subir para R$ 110,00 naquele mesmo dia em que foi feita a previsão, e não no dia previsto.

Oferta e demanda!

Então, o que aconteceria no dia seguinte?

Provavelmente uma nova previsão, e outra movimentação antecipada de tal previsão por parte do mercado.

Reforçando, portanto...

Qualquer indivíduo que conseguisse prever a movimentação dos preços das cotas com 100% de exatidão, míseros 10 segundos antes, e guardasse essa informação somente para si, provavelmente se tornaria a pessoa mais endinheirada do planeta em pouco tempo.

Dito isso, mesmo que muitas pessoas se esforcem – através da estatística, da psicologia, e até mesmo de políticas sociais – para tentar antecipar a tendência das movimentações dos preços, esse é um comportamento que é completamente insustentável no longo prazo, justamente porque todos nós estamos submetidos às leis regidas pelo caos, que são totalmente aleatórias e imprevisíveis.

Um “tweet” do presidente norte-americano, por exemplo, pode desestruturar por completo toda uma teoria estatística suportada por um algoritmo extremamente habilitado e competente.

E como saber se o presidente americano acordou de mal humor ou não, naquele determinado dia?

Impossível saber!

Portanto, se você pretende ter sucesso investindo em fundos imobiliários (ou em qualquer outra classe de ativos de renda variável) desista de tentar prever os preços das cotas.

Ao invés disso, atente-se aos fundamentos dos Fiis e às suas perspectivas de longo prazo.

Se nem mesmo os mais sofisticados algoritmos alimentados pelas mais completas bases de dados estatísticos conseguiriam fazer isso com sucesso, é muito provável que nenhum de nós também consiga.

Conte conosco!

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários