O termo retrofit e seu significado tem se tornado bem popular no vocabulário de muitos investidores.

Isso porque esse conceito se tornou referência para empreendimentos que precisam de reparos e reformas. Além disso, o retrofit traz benefícios a construções antigas, onde preserva toda sua cultura e evolução.

O retrofit tem um significado bem simples de entender. O termo vem da língua inglesa onde traduzido para o português seria algo como “atualizar o antigo”, como em uma reforma, mas não apenas no sentido de tornar o ambiente mais customizado e adaptado as suas atividades.

Ele também se trata de uma reconstrução ou restauração, para aperfeiçoar o ambiente sem perder sua essência, de forma a preservar sua história.

Retrofit – Onde surgiu

A prática do retrofit surgiu na Europa, devido à grande quantidade de construções históricas.

Logo depois migrou para os Estados Unidos.

Nestes países, a legislação rígida impede que prédios e construções antigas sejam derrubadas, pois entende-se que a arquitetura é uma parte importante da história e merece ser preservada.

Também, com a impossibilidade de derrubar uma construção antiga ou reformar profundamente nas suas estruturas, o retrofit tornou-se uma opção viável para fazer mudanças no imóvel deixando-o atualizado e novo.

Falando de um modo geral, geralmente a atualização de um prédio antigo é mais cara do que sua reforma convencional ou a derrubada do imóvel para a construção de um novo.

No entanto, quando bem planejada e executada, diminui os custos de manutenção, aumentando as opções de uso dos espaços e prolongando a vida útil do imóvel.

Com isso, um bom projeto de retrofit sempre busca conservar a história do prédio, através da preservação de suas características.

Exemplos de retrofit no Brasil

  1. Edifício Martinelli – Centro – SP

retrofit significado

Primeiro arranha-céu da cidade, construído em 1929. Um patrimônio histórico que atualmente sedia a Secretaria de Licenciamento.

Uma das exigências do retrofit era a preservação das fachadas e da volumetria do edifício.

No entanto, era necessário que ele se adequasse ao estilo de trabalho dos dias atuais, espaços integrados, climatização e estrutura de cabeamento.

  1. Edifício Galeria – Centro – RJ

retrofit-significado

O Edifício Galeria, data dos anos 1930 e estimasse que no seu retrofit foram gastos cerca de R$ 200 milhões.

O prédio de nove pavimentos, foi totalmente reformado em relação às suas instalações elétricas, hidráulicas e de telecomunicações, visando a ser ocupado por grandes empresas.

Monumental, o Galeria tem a assinatura dos arquitetos à altura. Joseph Gire fez o projeto do Copacabana Palace, enquanto Prentice, o da Central do Brasil.

  1. Glória 122 – Glória – RJ

retrofit significado

O antigo prédio residencial da década de 1940, foi um dos maiores projetos de retrofit e restauro de Art Déco já feitos no Rio de Janeiro.

Com isso, de sua originalmente de prédio residencial, a adequação deu origem a uma torre comercial com escritórios para grandes empresas.

No entanto, o conjunto de edificações que deram origem ao novo projeto integram o “Guia da Arquitetura Art Déco no Rio de Janeiro”, de autoria do arquiteto Jorge Paul Czajkowski.

Retrofit – Conclusão

No Brasil, com a ampliação da preocupação com a defesa de áreas tombadas, aliada ao desenvolvimento das cidades, criou-se uma demanda para este tipo de solução.

Por isso, em conclusão, percebe-se que o retrofit deve buscar a eficiência, pois é mais difícil do que iniciar uma obra, em função das limitações físicas da antiga estrutura.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários