A expressão “vacância física” é bem conhecido no mercado de fundos imobiliários.

Esse termo está relacionado a ocupação de um empreendimento. A vacância física está diretamente ligado a ocupação de um determinado espaço.

No mercado imobiliário, a vacância física é o termo utilizado para mensurar o espaço não locado de um imóvel.

O que é vacância

vacância física

Vacância é uma palavra que possui várias aplicações, mas seu conceito é apenas um: demonstrar aquilo que não se encontra ocupado, nem preenchido.

O termo é utilizado para definir desde vagas em cargos públicos, à espaços não locados de imóveis. Suas utilidades são vastas.

Na física, por exemplo, cientistas se utilizam do termo para denominar local que não foi preenchido por uma molécula ou átomo.

E o conceito se estende para outras tantas áreas, inclusive no meio jurídico.

Entretanto, nosso interesse aqui é demonstrar a influência da vacância no mercado imobiliário e, portanto, nos investimentos desse setor.

No mercado imobiliário, vacância remete à medida do espaço não locado de um imóvel. Ela é o contrário da ocupação.

Existe também a taxa de vacância, que mede a proporção da área não locada de um empreendimento em relação a área total disponível para locação.

Taxa de vacância

A taxa de vacância, outro termo muito utilizado nesse meio, é a relação entre o espaço não locado e espaço total locável, ou ABL.

ABL, ou Área Bruta Locável, é um termo utilizado para designar a área total, em condições de locação, de um empreendimento.

Ela é medida em metros quadrados e é muito utilizada para comparar dimensões de empreendimentos comerciais em grandes centros urbanos.

Vacância física x financeira

vacância física

Vacância Física

Esse é o conceito mais básico da palavra. Remete ao espaço vago, que não está habitado, dentro de um determinado local.

É largamente utilizada para identificar a quantidade de área não locada de um empreendimento, por exemplo.

No mercado imobiliário, a vacância é um indicador bastante utilizado pelos investidores, e também é chamado de taxa de vacância.

Vacância financeira

No mercado imobiliário, a vacância financeira é a porção dos ativos de um fundo imobiliário que não estão gerando rendimento.

Nesse sentido, é a fração daquele portfólio, alugado ou não, que não está rentabilizando o capital do fundo através do aluguel ou arrendamento.

Geralmente, é um aluguel recém contratado que ainda está no período de carência.

Ou seja, durante um período de 2 ou 3 meses por exemplo, o cliente ou inquilino não pagaria o aluguel devido um acordo entre as partes.

Nesses casos não há vacância física, mas há financeira, visto que nestes espaços ocupados não há pagamento de aluguel.

Normalmente esse termo não é muito utilizado, pois, na maioria dos casos, uma área alugada gera aluguel, e rentabiliza seu titular.

Entretanto, existem casos pontuais em que o inquilino recebe uma carência de até 2 anos, principalmente em contratos atípicos.

Contratos atípicos são contratos de longa duração.

Vacância física – Considerações

É fundamental que os investidores conheçam os conceitos que regem a precificação dos ativos no mercado imobiliário.

A vacância, por exemplo, é um indicador que tem muita influência e relevância nesse mercado.

Portanto, antes de investir em um FII ou no mercado imobiliário, fique atento à vacância física dos empreendimentos e utilize esse indicador a favor de suas estratégias de investimento.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários