Passo a passo - Como investir em fundos de investimento imobiliário

Uma das coisas mais importantes do "como investir em fundos de investimento imobiliário" é que é possível ingressar nesse mercado com pouco recurso e sem burocracia.

A facilidade em se investir nesse ativo financeiro mostra como investir em fundos de investimento imobiliário, ou FII, pode ser um divisor de águas na sua vida financeira, principalmente na busca pela independência financeira tão almejada por todos.

Os fundos imobiliários são fundos de investimento destinados ao mercado imobiliário, que captam recursos financeiros de investidores comuns através da emissão de cotas, vendidas através da bolsa de valores, e aplicam esses valores em aquisições e comercialização de empreendimentos imobiliários, e isso explica em partes como investir em fundos de investimento imobiliário é um bom negócio.

Além de imóveis físicos, como prédios, shoppings e galpões, o gestor de um determinado fundo imobiliário pode investir o capital do fundo em ativos financeiros lastreados no mercado imobiliário, como CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) ou LCIs (Letras de Crédito Imobiliário).

Por falar em gestor, cada fundo possui seu próprio.

Ele é o profissional que faz toda a gestão dos ativos do fundo, além de efetuar a compra e venda desses ativos de acordo com as melhores propostas do mercado.

O cotista não participa dessas decisões, por isso é interessante investigar quem é o gestor do fundo antes de investir no mesmo.

Tipos de Fundos de Investimento Imobiliário

Como investir em fundos de investimento

Atualmente existem cerca de 4 tipos de fundos imobiliários, são eles:

  1. Fundos de Tijolo: Esse tipo de FII têm por objetivo investir em imóveis físicos, seja para construção ou compra deles. O intuito é lucrar com o aluguel ou venda dos imóveis.
  2. Fundos de Papel: Nesse tipo de fundo o gestor investe majoritariamente em títulos de recebíveis imobiliários emitidos por instituições financeiras. Esses títulos, que têm o objetivo de financiar o mercado imobiliário, geram receita mensal que é repassada para os cotistas do fundo na forma de rendimento mensal.
  3. Fundos de Fundos: São também chamados de FOFs, os fundos que detém cotas de outros fundos imobiliários. Nesse caso o objetivo é a diversificação do portfólio, onde um fundo de fundo pode adquirir cotas de vários outros fundos imobiliários e com isso diminuir o risco do investimento.
  4. Fundos Híbridos: Além de cotas de outros fundos, esse tipo também investe em outros ativos financeiros. Esse é o tipo de fundo que mais diversifica sua carteira, podendo investir desde imóveis, recebíveis imobiliários até cotas de outros fundos. Um exemplo prático é o fundo MXRF11 Maxi Renda FII.

Vantagens de se investir em Fundos Imobiliários

Como investir em fundos de investimento

Segue abaixo algumas vantagens de se investir em Fundos Imobiliários:

  • Isenção de IR: Os Fundos imobiliários são isentos de imposto de renda sobre os rendimentos. Assim como acontece com os dividendos em ações, os rendimentos mensais não são tributados pelo Leão. Só é tributado em 20%, quando é feita a venda das cotas à mercado auferindo lucro.
  • Diversificação de uma carteira de investimentos: Os FIIs se comportam como ativos de baixo risco, e por isso são excelentes opções na hora de montar uma carteira previdenciária de longo prazo.
  • Investir em imóveis com pouco recurso: Ao adquirir cotas de fundos imobiliários, o investidor está aportando seu capital no mercado imobiliário de forma indireta, e com pequenas quantias já é possível adquirir imóveis de alto padrão em locais privilegiados.
  • Rentabilidade mensal: Um dos pontos fortes dos Fundos Imobiliários é a rentabilidade mensal que eles entregam. Todo fundo é obrigado a distribuir no mínimo 95% de seu lucro mensalmente.

Considerações

Investidores do Brasil todo têm procurado cada vez mais saber sobre esse tipo de investimento que cresce a cada dia. Esse artigo foi uma pequena explanação de como investir em fundos de investimento imobiliário, mas para se tornar um expert no assunto, você deve estudar cada fundo imobiliário separadamente.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários