Liquidez financeira – Um indicador essencial para empresas e investidores

É muito comum encontrar pessoas que ainda não entendem o que é a liquidez financeira.

Apesar de ser muito praticado nas empresas e nos investimentos, a liquidez financeira precisa ser bem definida para que não haja contratempos inesperados.

Liquidez financeira é um indicador usado para determinar a disponibilidade de um ativo em face de urgências de capital. Além disso, o principal fator a ser considerado para avaliar a liquidez é o tempo, ou seja, quanto mais rápido puder ser utilizado, mais líquido um ativo será.

Por outro lado, também não é raro que o entendimento sobre liquidez seja confundido com o de rentabilidade.

Embora sejam grandezas que se referem ao lucro, há diferenças substanciais, principalmente nas formas como são aplicadas e o que podem dizer sobre as finanças em certos contextos.

Liquidez financeira e rentabilidade

liquidez financeira

A rentabilidade, diferentemente da liquidez, representa um indicador que revela o quanto as operações são rentáveis num dado período.

Contudo, além da rentabilidade, a liquidez é um fator que deve ser levado em consideração no momento de escolher um investimento.

Pois, de nada adianta um produto possuir alta rentabilidade, se no momento que precisar do dinheiro, não for possível vendê-lo ou só conseguirá reduzindo o valor desse ativo.

Em contrapartida, muitas vezes o indivíduo pode investir já sabendo que não precisará daquele dinheiro por um determinado período de tempo.

Sendo assim, a liquidez do investimento fica em segundo plano, considerando assim, a rentabilidade que esse investimento pode trazer.

Indicadores de liquidez

Os indicadores de liquidez são índices financeiros que servem para verificar o crédito de uma empresa, ou seja, sua capacidade monetária para cumprir com suas obrigações.

Dessa forma, esses indicadores são de suma importância para observar a saúde da empresa e criar proteção patrimonial.

No entanto, para chegar até aos indicadores de liquidez, é preciso reunir informações dentro do balanço patrimonial.

Assim, com os dados do ativo e do passivo é possível calcular esses índices.

Tipos de indicadores de liquidez

liquidez financeira

Existem 4 tipos diferentes de indicadores de liquidez que são utilizados para encontrar esses índices. São eles:

  • Liquidez corrente
  • Liquidez seca
  • Liquidez imediata
  • Liquidez geral

Cada indicador representa um modelo de prazo e capacidade de pagamento.

Sendo assim, podemos explicar de forma resumida, que a liquidez imediata da empresa está relacionada aos compromissos de curtíssimo prazo.

Já a liquidez corrente e seca representam a capacidade de pagamento a curto prazo, enquanto a liquidez geral fica em torno das obrigações de longo prazo.

Por isso, para ajudar a analisar esses indicadores, existe uma regra utilizada que se baseia no resultado de formulas de cada indicador. Veja:

  • Resultado maior que 1: bom grau de liquidez
  • Resultado igual a 1: recursos se igualam ao valor dos pagamentos
  • Resultado menor que 1: não possui como quitar suas dívidas no momento

É importante destacar que os valores que estejam bem acima de 1 indicam que a empresa possui alto nível de liquidez para aquele período.

Contudo, se sua empresa tiver um resultado de liquidez menor do que 1, não se desespere.

Pode ser que seus recursos estejam concentrados a longo prazo. Avalie a situação antes de tomar uma decisão.

Em linhas gerais, a liquidez financeira é um indicador muito importante e essencial tanto para uma empresa com para um investidor.

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários