9 dicas para escolher os melhores fundos de investimento



Saber analisar para encontrar os melhores fundos de investimento, pode ser um diferencial muito importante e necessário para um investidor.

Mas, primeiro, tente responder essa questão... Os melhores fundos de investimento são aqueles que tem o melhor resultado no último período ou uma referência com base em todo o seu ciclo de existência?

Antes de responder essa pergunta, vamos entender sua definição para assim saber como escolher os melhores fundos de investimento. Fundos de investimento é um tipo de aplicação financeira que reúne recursos de um conjunto de investidores, permitindo assim investir em uma variada cesta de ativos, podendo ser em diferentes mercados. Esta carteira pode englobar empreendimentos imobiliários (FIIs), títulos públicos, títulos cambiais, derivativos, commodities, ações, entre outros.

Nos dias de hoje, com os modelos de busca e a internet, ficou muito simples de encontrar os melhores fundos de investimento. Basta acessar algum site de investimentos, fazer uma seleção, selecionar os indicadores e pronto, você terá os melhores fundos.

Entretanto, é importante lembrar que esse modelo de investimento não pode ter como base somente os últimos rendimentos ou a sua "modinha" no mercado, mas sim, todo o seu ciclo de operação.

E com base nisso, vamos elencar alguns pontos para que você investidor saiba como comparar fundos de investimento, para com isso, obter mais convicção na hora de escolher o melhor fundo.

Dicas para escolher os melhores fundos de investimento

os melhores fundos de investimento

1 - Saia na frente

No início, tudo parece mais difícil. A escolha do banco ou corretora, do investimento.

Ler bastante e gostar de aprender a ganhar dinheiro são pré-requisitos para investir sem cair em ciladas.

2 - Pedir conselhos só para um gerente de banco

Não faça isso! O ideal é que você busque conhecimento e faça suas escolhas. No entanto, se precisar de ajuda, procure o gerente do seu banco, consultores de corretoras ou também a ajuda de consultores financeiros independentes.

Procurar investimentos é como se fosse comprar um carro seminovo, você faz uma pesquisa antes de tomar sua decisão.

3 - Compare taxas de administração

A rentabilidade de várias aplicações financeiras fica prejudicada devido a essa taxa.

Por isso, antes de investir, sempre compare não só a rentabilidade oferecida pela instituição, mas também a taxa de administração.

4 - Objetivo ao investir

Tenha claro que não necessariamente uma maior rentabilidade é sinônimo de melhor investimento.

Às vezes, é melhor ter um retorno menor com mais liquidez, ou seja, correr menos riscos para poder resgatar o dinheiro a qualquer momento, sem perdas.

5 - Renda fixa também tem risco

O nome “renda fixa” engana mesmo.

A condição de rentabilidade pode ser garantida ao fazer a primeira aplicação, mas isso não significa que você não corre risco algum de perder dinheiro.

Em títulos de renda fixa pré-fixados, você pode perder dinheiro se vender o título antes do seu vencimento, se a taxa de juros estiver baixa no momento do resgate.

Por isso, é essencial conhecer exatamente o que você está comprando.

os melhores fundos de investimento

6 - Arriscar demais sem conhecer o investimento

Investimentos parecidos podem ter conteúdo muitos diferentes um do outro.

É bem comum investidores arriscarem demais e perderem dinheiro por não conhecerem bem o produto em que estão aplicando.

7 - Esquecer dos impostos ao olhar a rentabilidade

A forma como acontece o desconto do Imposto de Renda (IR) interfere diretamente na rentabilidade da sua aplicação financeira.

Por isso, sempre compare o retorno entre um investimento e outro já descontando o IR.

8 - Investir e depois esquecer a aplicação

Todo investimento exige disciplina para acompanhar sua rentabilidade e compará-la com outras aplicações financeiras no mercado.

Portanto, peça o extrato do seu investimento ao banco ou à corretora e veja se ainda vale a pena manter seu dinheiro lá.

Lembre-se que as aplicações financeiras se movimentam conforme o que acontece com a economia.

9 - Não siga o efeito “Manada”

Sabe aquele raciocínio de que se todo mundo está indo, é porque deve ser bom? Muita gente segue ele nos investimentos também. Não adianta só a aplicação estar bem falada no mercado. Ela tem que se adequar ao seu objetivo.

Os melhores fundos de investimento - Conclusão

Pois bem, essas são algumas dicas que um investidor precisa saber para escolher os melhores fundos de investimento. Por isso, tire um tempo e busque conhecer e aprender para assim encontrar as melhores oportunidades. Afinal, ganhar dinheiro nunca foi fácil, e acredito que nunca será.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários