Selic – Entenda o indicador mais importante do Brasil



Antes de entender o que é taxa Selic, precisamos explicar de onde vem essa sigla.

Selic é a abreviação de Sistema Especial de Liquidação e Custódia, uma espécie de mercado em que os títulos do Tesouro Nacional são comprados e vendidos diariamente.

Esse indicador, também chamado de taxa básica de juros, é um dos termos da economia que quase todo brasileiro já ouviu falar. Os jornais, por exemplo, estão sempre informando sobre a taxa Selic, principalmente quando o governo anuncia uma mudança.

Entretanto, mesmo com tanto destaque, muita gente ainda não sabe ao certo o que é a Selic, como ela funciona e qual é a sua influência na vida da sociedade.

Como funciona a taxa Selic

selic

Essa taxa se divide em dois tipos:

  • Selic meta
  • Selic over

No entanto, apesar de serem relacionadas, as duas são estabelecidas de forma diferente. Entenda:

Selic meta

Selic Meta é a famosa taxa determinada pelo Comitê de Política Monetária, o COPOM.

Esse órgão do governo é formado pela diretoria do Banco Central, onde o comitê se reúne 8 vezes por ano, ou seja, a cada 45 dias.

Isso é feito para definir se a taxa básica de juros da nossa economia deve subir, cair ou permanecer no valor atual.

Sua definição é bem complexa e, muitas vezes, pode ser influenciada por fatores políticos.

Além do mais, por ser um encontro fechado, não dá para saber ao certo qual será o resultado até que a decisão seja anunciada.

Selic Over

Também chamada de taxa realizada, a Selic over, por sua vez, representa a taxa que realmente vemos no mercado.

Ela é definida diariamente, por meio de um cálculo que considera a média ponderada de todas as transações com títulos públicos feitas no sistema Selic.

Este indicador existe porque não é possível determinar a taxa efetivamente praticada no mercado, já que bancos podem negociar as taxas livremente entre si.

Por isso, a Selic meta, nesse caso, seria apenas uma referência para nortear as transações interbancárias.

Definitivamente, as duas taxas são muito próximas.

Ao interferir no mercado Selic, comprando e vendendo títulos, o Banco Central consegue influenciar os demais, que passam a praticar uma taxa próxima da meta.

Deste modo, a taxa over é sempre ligeiramente inferior à taxa meta. Historicamente, a diferença entre as duas fica em torno de 0,10 ponto percentual.

Em linhas gerais, podemos concluir suas definições da seguinte forma:

  • Selic meta: Meta fixada pelo Copom A cada 45 dias ocorre uma reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central, para decidir se mantém, aumenta ou diminui seu valor.
  • Selic over: Taxa real que se vê no mercado É definida diariamente, a partir de um cálculo que considera a média ponderada de todas as transações com títulos públicos feitas no sistema SELIC.

selic

Considerações

É essencial que a sociedade conheça a taxa Selic e entenda quais são os seus efeitos na economia e nos investimentos.

Deste modo, para garantir que um investimento tenha retorno acima da Selic, sempre escolha aplicações de bons emissores e que paguem rendimentos acima de 100% do CDI.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários