A gestão do FII Barigui Rendimentos Imobiliários (BARI11), detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado na segunda-feira (21), a performance do fundo no mês de fevereiro. Além disso, a gestora Barigui Gestão explicou que houve redução dos créditos em atraso da carteira do fundo. 

Referente aos seus resultados, o fundo distribuiu R$ 1,10/cota de resultado. Nos últimos 12 meses, o fundo distribuiu ao todo R$ 13,54 por cota. No ano de 2022 o valor foi R$ 2,20 por cota. Confira abaixo:

BARI11 fiis

De acordo com a gestora, a distribuição representa um retorno de 13,13% em 12 meses e 2,13% no ano de 2022 considerando o valor da cota no último dia de fevereiro. E em relação ao valor de IPO do BARI11, 13,54% em 12 meses e 2,20% no ano. 

Deste modo, o fundo adquiriu R$ 5,2 milhões do CRI Lote 5. O ativo foi comprado com as seguintes características: taxa de IPCA+ 9,0%; prazo de 192 meses e LTV de 70%. 

A gestora disse que o BARI11 está com praticamente a totalidade do seu Patrimônio Líquido alocado. Até fevereiro, o fundo possuía 21 CRIs, sendo nove de créditos pulverizados, nos quais constavam 1.064 créditos imobiliários, com ticket médio de R$ 235 mil por contrato. Veja abaixo o perfil da carteira do fundo:

BARI11 fiis

Porém, por conta dos recebimentos mensais de amortização e pré-pagamentos, o BARI11 possui recebimentos recorrentes de caixa. A gestora disse que isso contribui para novas aquisições de CRIs corporativos no mercado primário que detenham boas garantias e boa relação de risco vs retorno. 

Aumento da inflação e créditos em atraso

A gestora ressaltou que a guerra entre a Rússia e Ucrânia contribuiu para o aumento da inflação no Brasil, principalmente pelo aumento forte dos preços de energia, commodities e alimentos. 

Porém, como o BARI11 tem a maioria dos seus ativos atrelados ao IPCA, diante do cenário atual, sua carteira torna-se uma salvaguarda para alocação de capital. 

Em relação ao atraso de créditos, em comparação a janeiro, o mês de fevereiro apresentou redução do percentual da carteira em atraso acima de 60 dias, disse a gestora. O total em atraso é de 69, sendo que: 

  • 17 casos estão em execução de coobrigação
  • 6 casos já possuem acordos firmados para a retomada dos pagamentos
  • 24 estão em renegociação 
  • 22 casos em processo de execução. 

Por fim, a gestora destacou que o atraso dos créditos não representa problemas nos pagamentos dos CRIs, por conta de mecanismos de seguranças dos ativos que fazem pare da carteira do fundo.  

Conheça o BARI11

O FII Barigui Rendimentos Imobiliários tem por objetivo a valorização e rentabilidade de suas cotas, por meio de investimentos em ativos imobiliários, principalmente os CRIs e aplicações financeiras.

Seu patrimônio líquido é de R$470 milhões e o fundo possui 4.634.191 de cotas emitidas. 

Para quem deseja investir no BARI11, o valor patrimonial de sua cota é de R$103,16, sendo sua taxa de administração de 1,305% sobre o patrimônio líquido do fundo.