O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ quarta-feira‌ ‌(5)‌ ‌em queda de -0,97%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.760,14 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ dezembro ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2022,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ -1,59%‌ ‌e‌ -1,59%,‌ ‌respectivamente.‌  Confira abaixo:

fechamento fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

KNCR11 informa resultados e divulga operações do mês

O Kinea Rendimentos Imobiliários (KNCR11), representado por sua gestora Kinea Investimentos, comunicou nesta última quarta-feira (5) os resultados do fundo no mês de dezembro. Somado a isso, a gestão informou sobre suas operações e destacou a possibilidade de maior crescimento da rentabilidade do fundo em 2022.  

A gestora informou que a distribuição referente a dezembro será de R$ 0,82 por cota. Esse valor equivale a uma rentabilidade de 103% da taxa CDI, isenta do imposto de renda. Confira abaixo:

KNCR11

Em relação aos seus investimentos, o KNCR11 apresentava alocação em CRI de aproximadamente 94,6% do seu patrimônio líquido. O restante, de 5,4%, está alocado em caixa. 

Operações do mês

Desta forma, a gestora mostrou as novas alocações efetuadas em dezembro, totalizando um volume de R$ 255 milhões a uma taxa média de CDI + 2,49%, conforme abaixo:

  1. CRI Shopping Bahia – R$ 90,0 milhões a taxa de CDI + 2,75%
  2. CRI Torre Almirante – R$ 95,0 milhões a taxa de CDI + 2,60% 
  3. CRI Conedi – R$ 70,0 milhões a taxa de CDI + 2,00% 

Perspectiva de aumento da rentabilidade do fundo

Em seu relatório, o fundo destacou que o KNCR11 tem como objetivo o investimento em uma carteira de CRIs de baixo risco com remuneração pós-fixada, atrelada ao CDI + prêmio de risco. Dessa maneira, sua rentabilidade foi negativamente afetada em 2021 por causa do baixo patamar da taxa base de juros (Selic). 

Porém, a expectativa de aumento das taxas de juros em 2022 aumentam a rentabilidade do fundo, o que será mais significativo em 2022. 

Em dezembro de 2021, a gestora lembrou que o Banco Central elevou a Taxa Selic para 9,25% ao ano, sinalizando novos aumentos em 2022. Esse processo contribuirá diretamente para o aumento no patamar de dividendos do fundo. 

Veja abaixo o perfil da carteira do KNCR11:

KNCR11

Também, o fundo optou por realizar, provisoriamente, operações compromissadas reversas lastreadas em CRIs. 

Desta forma, a gestora explicou que essas operações dão maior flexibilidade e velocidade de alocação dos recursos das emissões de cotas. 

Em complemento, a gestão disse que as operações compromissadas tem longo prazo de vencimento e são cuidadosamente monitoradas pela equipe gestora do fundo.

O Kinea Rendimentos Imobiliários é um fundo do tipo papel, com portfólio dedicado ao investimento em Ativos de renda fixa de natureza Imobiliária, especialmente em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) de baixo risco.

KNSC11 informa resultados e explica seus dividendos

O Kinea Securities (KNSC11), representado por sua gestora Kinea Investimentos, informou nesta última quarta-feira (05) em relatório gerencial, os resultados do fundo no mês de dezembro de 2021. Além disso, a equipe gestora explicou sobre o patamar de distribuição do fundo.

A gestora afirmou que os dividendos referentes a dezembro serão de R$ 1,45 por cota. Esse valor representa uma rentabilidade de 1,53%, o que corresponde a 200% do CDI no período. Veja abaixo:

KNSC11

Em relação aos investimentos do fundo, a gestora disse que 97,6% do PL do KNSC11 está alocado em ativos-alvo. A parcela restante, de 2,4%, está alocada em instrumentos de caixa, destacou a Kinea Investimentos.

Explicação sobre a rentabilidade do fundo

Além disso, a gestão explicou sobre os ativos do fundo atrelados à inflação, que refletem as variações do indexador IPCA referentes aos dois meses anteriores à apuração de resultados. 

Ou seja, os resultados apurados ao longo do mês de dezembro (a serem distribuídos aos investidores em janeiro) refletem a variação do IPCA referente aos meses de outubro (1,25%) e novembro (0,95%). 

Desta forma, a gestora deixou claro que a rentabilidade do KNSC11 vem sendo positivamente impactada pelo maior patamar de inflação (IPCA) observado nos últimos meses. 

O fundo também possui ativos com prêmios atrelados ao CDI. Com o aumento sucessivo nas taxas de juros, a perspectiva é que esses ativos também entreguem maior rendimento ao fundo. 

Em dezembro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou a Selic para 9,25% ao ano. Vale destacar que novas altas são amplamente esperadas pelo mercado para as próximas reuniões. 

Por fim, confira abaixo o aumento dos rendimentos do fundo nos últimos meses:

KNSC11

O Kinea Securities é um fundo do tipo papel, portfólio dedicado ao investimento em valores  Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e cotas de FIIs. 

VCJR11 explica seus resultados e rendimentos do mês

O Fundo de Investimento Imobiliário Vectis Juros Real (VCJR11), administrado pela Intrag DTVM Ltda., divulgou o seu relatório gerencial do mês de dezembro, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal, assim como a atualização de seu portfólio.

A distribuição de R$ 1,55 por cota do mês de dezembro vai ser pago no dia 13 de janeiro de 2022 para os detentores de cotas do VCJR11 no dia 31 de dezembro de 2021. 

Essa distribuição representa 2403% do CDI, que é um rendimento líquido da cota média de 1ª emissão, isento de IR para pessoa física.

A rentabilidade acumulada do Vectis Juros Real é de 18,9%, levando em conta o reinvestimento dos valores distribuídos por mês e indicadores desde o dia 31 de outubro de 2019, em relação à cota de fechamento de mercado vigente na data do pagamento dos rendimentos.

Até o final de outubro, o fundo VCJR11 alcançou 97% do seu patrimônio alocado em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). O fundo aponta que dezembro foi mais um mês positivo para o VCJR11, já que todas as suas operações permanecem adimplentes e com ótima performance.

Veja abaixo o perfil dos ativos e indexadores dos fundo:

VCJR11 anuncia resultado do mês de dezembro de 2021 em relatório

Desta forma, o VCJR11 afirma que “tem se beneficiado das constantes altas do IPCA, confirmando sua capacidade de proteção a inflação”. 

Cerca de 1% do patrimônio do fundo está alocado em um FII. No mês o VCJR11 adquiriu mais uma nova operação, tendo um total de 23 operações. O restante do caixa do está aplicado em ativos de liquidez diária.

O VCJR11 aponta que encerrou 2021 bastante diversificado em setores do ramo imobiliário. Com isso, destacou os setores de desenvolvimento imobiliário residencial, corporativo, hotel e home equity. São 23 operações de CRI e um FII no portfólio do Fundo.