O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ terça-feira‌‌‌ ‌‌‌(11)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ alta ‌‌de 0,04%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.809 ‌pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ março ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌1,04%‌‌‌ ‌‌‌e‌‌‌ 0,14%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌Em resumo, ‌‌‌ BRCO11 informa saída de inquilino e DEVA11 explica aumento de dividendo, sendo os destaques do dia. 

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌

DEVA11 explica aumento de dividendo 

A Devant Asset, gestora do Devant Recebíveis Imobiliários (DEVA11), informou aos cotistas nesta última terça-feira (12) os resultados do mês de março. A gestora explicou sobre o aumento de dividendo do DEVA11 e os investimentos do fundo. 

Referente ao mês de março, o DEVA11 distribuiu um total de R$ 18,2 milhões em rendimentos. Deste modo, o dividendo do DEVA11 foi de R$ 1,31, equivalendo a um dividend yield de 1,35%, remuneração próxima a 145,77% do CDI (ou CDI + 5,33% a.a). Confira: 

DEVA11

A gestora explicou que a quantidade de dias úteis interfere diretamente na apuração dos resultados. Neste caso, o mês de março fechou com 22 dias úteis e para compor o cálculo, foram aplicados os índices de janeiro e fevereiro. Isso explica o aumento de rendimento do DEVA11. No mês passado, o fundo pagou R$1,18 por cota. 

Além disso, a gestão destacou que o IPCA representa 93,7% da carteira de CRI como indexador. Para que não ocorram descasamentos, na carteira do DEVA11, todos os CRIs e seus respectivos lastros possuem exatamente o mesmo indexador.

Movimentação de carteira

O fundo fechou o mês 90% alocado em 58 CRIs, 7% investido em cotas de outros FIIs e os demais 3% permaneceram em caixa. 

Todas as operações do fundo encontram-se adimplentes diante suas obrigações e sem nenhum processo de execução de garantias em curso. A gestora disse que a evolução das obras, comportamento da carteira de recebíveis e percentual de vendas estão dentro do previsto. 

No mês, houve a aquisição do CRI TOEX no valor total de R$ 14,5 milhões divididos em: R$ 7,25 milhões para a cota sênior com remuneração de IPCA + 9% a.a. e R$ 7,25 milhões para a cota subordinada com remuneração de IPCA + 13% a.a. 

A aquisição do CRI foi realizada via oferta nomercado primário e contou com o Safra Investment Bank como estruturador e coordenador líder. Não houve venda de ativos no mês de março. 

O Devant Recebíveis Imobiliários é um fundo imobiliário do tipo papel. Seus investimentos são direcionados para Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs).

BRCO11 “perde” inquilino. Saiba o que houve. 

A Bresco Gestão, gestora do Bresco Logística FII (BRCO11) informou nesta terça-feira (12) aos seus cotistas, os resultados do mês de março. A gestora também comentou sobre saída de locatária e reformas em ativos. 

O dividendo do BRCO11 foi de R$0,63 por cota. O dividend yield anualizado corresponde a 7,6%. Confira abaixo: 

BCRO11 fiis

O BRCO11 segue com as obras da 2ª fase das benfeitorias no imóvel Whirlpool São Paulo, com previsão da entrega para maio de 2022. Da mesma forma, o imóvel Bresco Bahia segue em obras, com previsão da entrega para maio de 2022.

Perda de inquilino, mas com vacância zero. Entenda!

Um das locatárias do fundo, a DHL, informou seu interesse de rescindir antecipadamente o contrato de locação do imóvel do BRCO11. Porém, a empresa MRO Serviços Logísticos logo ocupou o imóvel deixado pela empresa. 

A gestora disse que a multa negociada pela rescisão antecipada do contrato de locação a ser paga pela DHL será de R$ 1.167.703,52. 

Deste modo, o contrato de locação assinado com a MRO, equivalente a 100% da ABL do Imóvel, possui prazo de 60 meses, com início em no primeiro dia de abril. Tal locação reforça 0% de vacância física do BRCO11 de sua área logística. 

O valor do aluguel do referido contrato de locação com a MRO representa, aproximadamente, R$0,022 por cota do fundo ao mês.

O Bresco Logística FII é um fundo imobiliário do tipo híbrido do segmento logístico. Seus investimentos são ligados à compra e venda de galpões logísticos. Na verdade, o Bresco Logística possui ao todo 11 propriedades.