‌O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ sexta-feira‌ ‌(14)‌ ‌em queda ‌de‌ ‌-0,05%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.826,10 ‌pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ ‌maio‌ ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ ‌-1,22%‌ ‌e‌ -1,53%,‌ ‌respectivamente.‌ ‌

 ‌Também,‌ ‌o‌ ‌índice‌ ‌‌SUNO30‌‌ ‌fechou‌ ‌em‌ ‌0,00%‌ ‌e‌ ‌102,84 ‌pontos.‌ ‌Veja‌ ‌na‌ ‌tabela‌ ‌abaixo:‌ 

fechamento 14/05

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

ARCT11 finaliza os pagamentos de imóvel recém comprado

A Riza Asset Management, gestora do Riza Arctium Real Estate (ARCT11), comunicou aos cotistas nesta sexta-feira (14) que finalizou a compra com o devido pagamento da última parcela de imóvel adquirido pelo fundo

Em abril, o ARCT11 fechou a compra de imóvel localizado na cidade de Goiânia, na Rodovia GO-070, Km 2, com área total de 33.885 m² . Naquela ocasião, foi feito o pagamento de uma parcela do imóvel.

Em complemento, a gestora informou que foi realizado nesta data, o pagamento da última parcela referente ao saldo remanescente de R$1.900.000,00. 

O Riza Arctium Real Estate (ARCT11) é um fundo híbrido que tem como foco a compra de comprar imóveis e alugá-los para o antigo proprietário por um período mínimo de 5 anos. O fundo possui cerca de 430.100 cotas emitidas e um patrimônio líquido de R$44 milhões.

AFCR11 divulga resultados e explica o racional de suas operações

Em relatório gerencial apresentado aos cotistas nesta sexta-feira (14), a gestão do AF Invest FII Recebíveis Imobiliários (AFCR11) comunicou aos cotistas os resultados do fundo no mês de abril. Também, a Brick Investimentos explicou o racional de suas operações no mercado de CRIs.  

Em assembleia de cotistas realizada em 23/5/2021, foi aprovada a mudança da gestão do AFCR11 para a Brick Investimento e Gestão de Recursos, a partir de 3/5/2021. 

A equipe de gestão e originação do AFCR11 foi mantida inalterada, com a mesma disciplina na análise e monitoramento das operações. 

Em relação aos seus resultados, a gestão informou que o Shopping Alegria, cujos recebíveis de locação de lojas são lastro de CRI alocado no AFCR11, ficou temporariamente fechado em março devido a determinações dos órgãos públicos devido à Covid-19. 

Apesar da menor arrecadação de receita de locação, não houve impacto no fluxo de pagamento de juros dada a forte estrutura da operação com excesso de cobertura. 

No dia de maio, o AFCR11 distribuiu R$ 1,07 por cota, que corresponde a 515% do CDI mensal. Observe na tabela abaixo:

AFCR11

A equipe de gestão do AFCR11 aplica critérios rígidos na análise de operações-alvo do fundo.  O resultado da busca por esses critérios, segundo a gestora, é que o AFCR11 já analisou desde sua emissão de cotas, 114 operações totalizando aproximadamente R$ 3,48 bilhões, tendo como lastros: 

Depois dessa análise, 99 CRIs foram descartados, enquanto 8 continuam no processo de análise e estruturação.

O AFCR11 é um fundo imobiliário de papel com o objetivo de adquirir ativos financeiros de natureza imobiliária, com foco na aquisição de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

RZTR11 apresenta resultados e analisa cenário econômico

A Riza Asset Management, gestora do FII Riza Terrax (RZTR11), comunicou em fato relevante nesta sexta-feira (14), a assinatura de compromisso de compra e venda de duas propriedades. O RZTR11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo com foco no mercado do agronegócio. Seus investimentos são feitos por meio da compra, venda e arrendamento de imóveis rurais. 

Em relação às propriedades citadas, o valor total da possível compra é de  R$ 94.911.845,00. 

O primeiro Instrumento consiste na aquisição de uma propriedade localizada no município de Rio Verde no estado de Goiás, com área total de 774,7408 hectares. O valor total da aquisição é de R$24.271.845,00

O imóvel será arrendado pelo prazo de 10 anos aos próprios vendedores, ao qual será outorgada uma opção de compra dos imóveis ao longo do contrato de arrendamento. 

O segundo Instrumento consiste na aquisição de 1 propriedade localizada no município de Formosa do Rio Preto no estado da Bahia e 1 matrícula pertencente ao Município de Riachão das Neves, no estado da Bahia com área total de 7.223,2384 hectares dos quais, 3.348,7038 hectares são explorados por agricultura, e 3.874,5346 hectares possuem outros usos. 

O valor total da aquisição é de R$ 70.640.000,00. O Imóvel será arrendado pelo prazo de 3 anos ao próprio vendedor, ao qual não será outorgada opção de compra dos imóveis. 

A Gestora informa ainda, que possui 4 outros Termos de Compromisso de Compra e Venda para aquisição de mais 4 propriedades nos municípios de Canarana/MT, Sambaíba/MA, Balsas/MA, Campo Verde/MT, Ipameri/GO.