O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ quarta-feira‌‌‌ ‌‌‌(29)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ queda de 0,04%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.792 pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ junho ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ -0,99 ‌‌‌e‌‌‌ -0,44%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌

Em resumo, PVBI11 mostrou a estabilidade de seus ganhos e alavancagem controlada, enquanto o LVBI11 informou seus resultados e vacância de 0,5%.

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌

PVBI11: tem dívida controlada e distribui os mesmos rendimentos

A‌ VBI Estate Gestão de Carteiras,‌ ‌gestora‌ ‌do‌‌ FII VBI Prime Properties (PVBI11),‌ ‌comunicou‌ ‌nesta‌ quarta-feira ‌(29)‌ os resultados do mês de maio. O fundo comentou sobre resultados estáveis, obras em ativos e alavancagem sob controle. 

Mais um vez, os dividendos do PVBI11 foram de R$ 0,56 por cota, que representa um dividend yield de 7,0% sobre o preço de fechamento das cotas no mercado secundário. A gestora tem seguido à risca sua política de previsibilidade dos rendimentos. Desde agosto de 2021 o PVBI11 paga o mesmo valor aos cotistas. 

O fundo não possui, até o momento, uma reserva de lucros em seu caixa. Mesmo assim, a gestora consegue pagar rendimentos com regularidade. 

Vacância quase zero e alavancagem sob controle

Em relação a gestão comercial do seus ativos, o fundo informou sua a vacância segue em 0,1%, com apenas 1% da área da Torre B do JK disponível referente ao espaço do restaurante no térreo. 

De igual modo, o fundo passou a receber o aluguel reajustado referente a Prevent Senior e a renda mínima garantida referente ao Ativo Union.

Por fim, o fundo está com sua alavancagem controlada, referente à emissão de CRI para o pagamento do Ed. JK. O valor total da dívida é de R$153,6 milhões, que mesmo com carência para 2023 já começou a ser paga pelo fundo. 

O FII VBI Prime Properties é um fundo imobiliário do tipo tijolo, como objetivo de rentabilizar no mínimo dois terços do seu patrimônio líquido diretamente em imóveis do segmento corporativo ou comercial, cotas de FIIs e cotas de Fundos de Investimento em Participações.

LVBI11 tem baixa vacância e segue com dividend yield de 8,7%

O FII VBI Logístico (LVBI11), gerido pela VBI Estate Gestão de Carteiras,‌ ‌comunicou‌ ‌nesta‌ quarta-feira ‌(29)‌ os resultados do mês de maio. A gestora comentou sobre saída de inquilino e vacância abaixo de 1%. 

O LVBI11 anunciou distribuição de R$ 0,74 cota por cota, sendo o resultado mensal equivalente a R$ 0,69 por cota. O fundo utilizou parte de sua reserva de lucros para manter uma maior linearidade das distribuições. Mesmo assim, até o final do mês de maio o fundo ainda R$ 0,05/cota de resultado distribuível. 

A gestora comentou que esta distribuição representa um dividend yield de 8,7% sobre o preço de fechamento das cotas no mercado secundário (R$ 102,20). 

Durante o mês de maio, houve a desocupação de um módulo no Ativo Itapevi que encontrava-se em cumprimento de aviso prévio. O fundo receberá multa rescisória, passando a ter uma taxa de vacância de 0,5% nos espaços prontos para ocupação ao final do mês. 

O LVBI11 também recebeu a totalidade dos recebíveis de sua carteira de recebíveis imobiliários de competência do mês e não possuía qualquer inadimplência. 

Em relação às reformas e construções de seus ativos, o imóvel de Cajamar está praticamente concluído, em etapa de checklist, restando pendente a documentação relacionada a conclusão da construção.

O LVBI11 tem como objetivo a obtenção de renda e ganho de capital, através do investimento de, no mínimo, dois terços do seu patrimônio líquido diretamente em imóveis ou direitos reais sobre imóveis do segmento logístico ou industrial.