A Caixa Econômica Federal, administradora do fundo imobiliário CAIXA TRX Logística Renda (CXTL11), comunicou ao mercado e aos cotistas nesta terça-feira (30), através de fato relevante, a finalização da venda do imóvel localizado em Campo Largo, no Paraná.

Diante disso, foi concluído o pagamento ao CAIXA TRX Logística Renda (CXTL11), em 30 de março de 2021, do preço total ajustado de R$5,35 milhões, conforme aprovado pela consulta formal realizada no dia 30 de outubro de 2020.

O CAIXA TRX Logística Renda ressalta que “do preço total ajustado informado acima, haverá um  desconto no valor de R$267,5 mil, que corresponde à comissão imobiliária equivalente a 5% do valor de venda do imóvel”. 

O CXTL11 acrescenta que por conta desse último fato mencionado, haverá um impacto na distribuição de rendimentos aos cotistas do fundo, realizada em abril de 2021. 

Por fim, o CAIXA TRX Logística Renda salienta que passará a “reter já a partir da próxima distribuição de rendimentos, na medida do possível, 5% dos lucros auferidos pelo fundo, de modo a compor uma reserva de caixa para fazer frente a eventuais despesas extraordinárias dos imóveis que permanecerão no seu portfólio”, conforme previsto pelo regulamento.

Saiba mais sobre o CXTL11

Segundo o último relatório gerencial do CXTL11, o objetivo do fundo é a “aquisição de direitos reais relativos a imóveis de natureza comercial, prontos ou em construção e destinados à operação de armazéns logísticos e plantas industriais, locados para inquilinos aprovados após avaliação de risco de crédito, preferencialmente através de contratos de longo prazo.”

Na diversificação da carteira do CAIXA TRX Logística Renda 95,7% estão em imóveis e 4,3% em renda fixa. Por estado, a distribuição por Área Bruta Locável Total (ABL) se dá da seguinte forma:

  • 53,2% - Rio de Janeiro;
  • 27,7% - São Paulo;
  • 19,2% - Paraná;

CXTL11 finaliza a venda de um imóvel em Campo Largo/PR

Resultados e rendimentos

No mês de fevereiro, as receitas auferidas pelo CAIXA TRX Logística Renda não foram suficientes para sanar as despesas e por conta disso o CXTL11 não distribuiu rendimentos no período. 

O total de receitas do CXTL11 no mês de fevereiro atingiu R$155,3 mil, do qual a maior parte veio através de receita imobiliária. Já as despesas do mês foram de R$187,5 mil. Nos últimos 12 meses, a receita alcançou quase R$1,998 milhão e a despesa de R$1,713 milhão.

Em fevereiro, o resultado do CAIXA TRX Logística Renda ficou negativo em pouco mais de R$32 mil, embora siga positivo em R$ 249,9 mil nos últimos 12 meses. A distribuição por cota em fevereiro esteve zerada, e no acumulado dos últimos 12 meses, a distribuição foi R$6,56 por cota.

O valor patrimonial do CXTL11 chegou em R$39,10 milhões, equivalente a R$729,58 por cota. O valor de mercado do fundo chegou a quase R$18,96 milhões, o que representa R$353,70 por cota. A quantidade de cotas do fundo é de 53.597.

O valor referencial da cota do CXTL11 em fevereiro atingiu R$360,00, no ano de R$397,99 e nos últimos 12 meses a média esteve em R$389,93. Em fevereiro, a variação da cota alcançou -1,75% e -9,29% nos últimos 12 meses. 

CXTL11 finaliza a venda de um imóvel em Campo Largo/PR

No perfil dos ativos do fundo, 65,3% da receita potencial do CAIXA TRX Logística Renda é industrial, enquanto 34,7% é em logística. A vacância física por ABL é distribuída em 68,1% de área vaga e 31,9% de área ocupada. 

Em suma, o CXTL11 possui 4 imóveis e uma ABL total de 24.069,23 m². Na tipologia dos contratos, 71,1% da receita é em inquilinos em prospecção, enquanto 28,9% se referem a contratos do tipo atípico. Além disso, 100% dos contratos de locação do fundo vencem em 2031.