FII recupera parte do valor após corte de dividendos e puxa alta do IFIX

Fundo imobiliário GTMX11 subiu mais de 8% no dia, mas ainda não retornou ao patamar de antes do corte de dividendos.

FII recupera parte do valor após corte de dividendos e puxa alta do IFIX
FII VGIR11 obtém resultado milionário e tem dividend yield anual de 16% - Foto: Pixabay

O FII Hotel Maxinvest (HTMX11) se recuperou parcialmente da queda de cerca 15% nos últimos dois dias e liderou as altas entre os fundos imobiliários negociados no pregão da B3 desta sexta-feira (2), com valorização de 8,03%, cotado a R$ 172,02.

Depois ,de chegar à cotação de R$ 140 no início do pregão da quinta-feira, um dia depois de anunciar uma redução acima de 70% nos dividendos que distribuirá na próxima semana em relação ao valor pago em janeiro, o fundo começou a se recuperar ao longo do dia, chegando perto dos R$ 160, e manteve a tendência no pregão desta sexta-feira, batendo no teto acima de R$ 175.

Mesmo assim, o fundo imobiliário HTMX11 fechou a semana com queda acumulada de 8,18% em relação ao fechamento da sexta-feira passada, quando era cotado perto de R$ 190. A gestão do fundo ainda não se manifestou sobe a redução no valor dos dividendos, que serão de R$ 0,862560933 por cota.

O IFIX, índice de negociação dos fundos imobiliários na B3, fechou em alta de 0,37% nesta sexta, aos 3.332,88 pontos, recuperando-se da queda em nível similar sofrida na véspera. O índice fechou a semana em alta de 0,04% em relação ao fechamento da sexta passada, em 3,331,58 pontos, e acumula desde o início do ano uma valorização de 0,57%.

FIIs no dia: altas e baixas

Outra recuperação forte verificada nesta sexta-feira entre os FIIs foi do Vinci Offices (VINO11), que fechou em alta de 6,15%, cotado a R$ 7,94, depois de ser negociado a no máximo R$ 7,60 nos últimos três dias. Na semana, porém, fechou com queda acumulada de 1,02%.

Na outra ponta, o Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11) liderou as quedas nesta sexta-feira, com desvalorização de 3,17%, cotado a R$ 105,60.

O FII Maxi Renda (MXRF11) foi o fundo mais negociado do dia, com volume estimado em R$ 955,1 mil, seguido de perto pelo Capitânia Securities II (CPTS11), com R$ 865,5 mil.

IFIX: como é formado o índice dos fundos imobiliários

A composição do valor é feita a partir do resultado da negociação de 108 fundos imobiliários que formam a carteira teórica do IFIX, modificada a cada quatro meses pela B3. A atual formação vale desde o dia 2 de janeiro e vai até o fim de abril. No primeiro dia de abril. a Bolsa divulga a primeira prévia da carteira que será adotada a partir de maio, para facilitar a movimentação de investidores.

foto do autor: Fernando Cesarotti
Fernando Cesarotti
Editor

Jornalista.

últimas notícias