IFIX fecha com recorde histórico pelo 3º dia consecutivo

IFIX, índice de negociação dos fundos imobiliários na B3, alcançou a marca de 3.334,51 pontos no pregão desta terça-feira (16).

IFIX fecha com recorde histórico pelo 3º dia consecutivo
IFIX bateu recorde - Foto: Freepik

O IFIX, índice de negociação dos fundos imobiliários na B3, teve seu recorde histórico de fechamento pelo 3º dia consecutivo nesta terça-feira (16), ao alcançar a marca de 3.334,51 pontos, alta de 0,07% acima da véspera, quando havia fechado em 3.332,17 pontos, também a máxima histórica até então. Na sexta, o índice também havia alcançado sem valor máximo, a 3.326,70 pontos.

Ao longo do dia, o índice de fundos imobiliários bateu na máxima de 3.336,84 pontos, enquanto a mínima ficou em 3.329,81 pontos.

O fundo que teve maior volume de negociação ao longo do dia foi o Maxi Renda (MXRF11), com cerca de R$ 937,8 mil. O fundo anunciou ter sido o primeiro FII no Brasil a chegar a outra marca histórica, a de 1 milhão de cotistas – hoje, estima-se que o mercado de FIIs tenha cerca de 2,5 milhões de investidores. Depois dele, o Capitânia Securities II (CPTS11) foi o segundo mais negociado, com volume de R$ 854,9 mil.

Altas e baixas

Entre os fundos em negociação no mercado, a maior valorização foi do Hotel Maxinvest (HTMX11), que subiu 2,85%, cotado a R$ 170,11, seguido do XP Selection FOF (XPSF11), que subiu 1,07% e fechou com cotação a R$ 8,50.

Na outra ponta, o More Real Estate FoF (MORE11) liderou as quedas, caindo 2,19% e fechando a R$ 75,12 cada cota no encerramento do pregão.

IFIX: como é formado o índice

A composição do valor é feita a partir do resultado da negociação de 108 fundos imobiliários que formam a carteira teórica do IFIX, modificada a cada quatro meses pela B3. A atual formação vale desde o dia 2 de janeiro e vai até o fim de abril.

últimas notícias