A gestão do FII Mogno Fundo de Fundo (MGFF11), detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado na quinta (23), a performance do fundo no mês de agosto. Desta forma, a Mogno Capital Investimentos publicou os resultados do FII e descreveu a movimentação dos seus ativos, com destaque à maior exposição ao CDI.

A gestão destacou que o mês de agosto foi negativo para o MGFF11, com retorno total de -6,90% a preços de mercado. Foi o pior mês do ano e o segundo pior desde março/2020. 

Porém, com otimismo, a Mogno Capital Investimentos disse que o terço final do mês o MGFF11 superou fortemente o mercado. Do fechamento do dia 19 até o fim do mês, o fundo se valorizou 5,13% contra um IFIX de 2,20% no mesmo período. 

Em relação aos seus resultados de agosto, o fundo distribuiu o equivalente a R$R$ 0,50 por cota no mês. Isso corresponde a um dividend yield anualizado de 8,21%. Confira na tabela abaixo:

MGFF11

Poucas mudanças na carteira do fundo

Na carteira, o MGFF11 não fez grandes movimentos. Pelo contrário, as maiores fatias de investimentos continuam em fundos de recebíveis e de escritórios. 

Na verdade, a gestão pontuou que a principal movimentação ocorreu na classe de CRIs, com a venda de CPTS11, que gerou R$ 29 milhões de ganho e a compra de KNCR11, que custou R$ 48 milhões aos cofres do fundo. 

Na explicação da gestão, fez-se necessário reduzir a exposição ao IPCA para aumentar a exposição ao CDI. Tudo isso para reduzir os riscos de marcação a mercado e, ao mesmo tempo, acompanhar o aumento da Selic por meio do KNCR11, um FII com todos os ativos atrelados ao CDI.

O fundo também explicou sua venda de uma posição, que foi negociada “com ágio (5% acima de seu valor patrimonial no final de agosto) para comprar um fundo que opera com deságio apesar da carteira high grade (7% de desconto sobre seu valor patrimonial)”. 

Veja abaixo o perfil da carteira de investimento do fundo:

MGFF11

Conheça o MGFF11

O Mogno Fundo de Fundos é um FII de papel com objetivo de auferir rendimentos e ganhos de capital na aquisição de cotas de FIIs e outros ativos ligados ao mercado imobiliário.

O patrimônio líquido do fundo ao final do mês resultou em R$ 719 milhões, enquanto o número de cotistas foi de 50.557. 

Para quem deseja investir no MGFF11, o valor da cota patrimonial terminou em R$ 79,49. Sua taxa de administração é de 0,20%a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).