A gestão do Fundo de Investimento Imobiliário Mogno Hotéis (MGHT11), detalhou em fato relevante divulgado na quinta-feira (6), a assinatura de memorando de entendimentos com o objetivo de compra de imóvel. A Mogno Capital Investimentos deu detalhes de como será o processo de compra. 

Neste caso, a aquisição em questão se refere a 51% do Hotel Canopy by Hilton, localizado no bairro Jardins, em São Paulo. A vendedora do imóvel é a Monte Hilaire Empreendimento Hoteleiros. 

O valor total da compra é de R$ 75 milhões e será pago da seguinte forma: 

  1. R$ 6 milhões a título de sinal e princípio de pagamento divididos em sete parcelas;
  2. R$ 69 milhões após a superação satisfatória das condições resolutivas do negócio; 

A gestão do MGHT11 também informou “que parte do preço de aquisição será obrigatoriamente utilizada pelo vendedor para quitação integral de CRIs da 215ª Série da 1ª Emissão de CRI da True Securitizadora S.A., com lastro em debêntures emitidas pelo vendedor”. 

Neste caso, toda a operação de compra possui uma garantia de rentabilidade no valor de no mínimo R$ 5 milhões por ano, divididos em até 12 parcelas mensais. 

Caso a rentabilidade mínima não seja paga, a Mogno Capital Investimentos comunicou que o MGHT11 terá a possibilidade de ir aumentando a sua fração do imóvel.

Desta forma, a equipe gestora estima que a aquisição gere um impacto de, aproximadamente, R$ R$ 0,45 por cota, considerando após eventual captação dos recursos para aquisição completa nos 12 primeiros meses. 

Mas tem mais. Caso a rentabilidade do imóvel supere o montante de R$ 10 milhões ao ano, o MGHT11 “fará jus a um montante adicional, que será sempre equivalente a 20% daquilo que exceder o valor de R$ 10 milhões, atualizado anualmente pela variação positiva acumulada do IPCA/IBGE”.

Quem é o MGHT11?

O FII Mogno Hotéis é um fundo de tijolo com foco em ativos do setor hoteleiro. Porém, o MGHT11 também possui investimentos em renda fixa. 

Seu patrimônio líquido é de R$106 milhões e o fundo possui 1.048.068 de cotas emitidas. Em março, seus cotistas receberam R$0,60 por cota.   

Para quem deseja investir no MGHT11, o valor da cota patrimonial é de R$101,17, sendo sua taxa de administração de 1,305% sobre o patrimônio líquido do fundo.