Fundo Imobiliário PORD11 anuncia novos dividendos; veja o valor

Fundo Imobiliário PORD11 anuncia novos dividendos; veja o valor
XPML11 anuncia o maior dividendo de sua história. Foto: iStock

O fundo imobiliário PORD11 divulgou um novo pagamento de dividendos para o mês de dezembro, no valor de R$ 0,98 por cota.

Os dividendos do PORD11 serão pagos no dia 7 de dezembro de 2023. Os investidores com direito a receber os proventos são os que tiverem comprado cotas do FII até o final da data de corte, que foi na quinta-feira (30).

Os rendimentos do PORD11 têm como base os ganhos auferidos em novembro. Os novos dividendos que serão pagos em dezembro, representam um dividend yield de 1,11% no mês, considerando o valor da cota em R$ 88,15.

No mês passado, o fundo distribuiu rendimentos de R$ 1,03 por cota, referente aos resultados de novembro. O dividend yield mensal foi de 1,14%.

Segundo seu último relatório gerencial, O fundo aumentou seu lucro em 12%, com um resultado total de R$ 3,84 milhões, frente aos R$ 3,48 milhões do mês anterior. O PORD11 ainda fez novos investimentos em CRIs.

Conheça o fundo imobiliário PORD11

O PORD11 tem como objetivo alcançar ao cotista um retorno superior ao benchmark, investindo em uma carteira de recebíveis imobiliários de baixo risco. O portfólio do fundo consiste principalmente em certificado de recebíveis pulverizados com garantias em imóvel performado.

Da carteira do fundo, 44% dos ativos são indexados em CDI, enquanto 45% é de CRIs indexados ao IPCA. O restante do portfólio é composto com cotas de outros FIIs, e ativos atrelados ao IGP-M e prefixado.

O fundo possui R$ 363 milhões de patrimônio líquido e tem mais de 26 mil cotistas. Para quem deseja investir no PORD11, o valor patrimonial de sua cota é de R$97,56, sendo sua taxa de administração de 0,90%a.a. sobre patrimônio líquido.

foto: Gustavo Silva
Gustavo Silva

Jornalista com doutorado pela UFMG e produtor de conteúdo da unidade de mídias da Suno. Também trabalha no Suno Notícias e Funds Explorer, fazendo a cobertura de FIIs, Fiagro e FI-Infra.

últimas notícias