O investimento em Fundos Imobiliários tem sido levado em consideração na hora do investidor escolher aonde aportar o seu capital, e a relação entre Bovespa e fundos imobiliários auxilia-o nessa tomada de decisão.

Essa relação institucionalizada entre Bovespa e Fundos Imobiliários cria uma atmosfera de negócios seguro que possibilita que pessoas naturais, pequenos e médios investidores participem do mercado imobiliário de uma forma que jamais imaginariam, investindo em grandes empreendimentos de forma simplificada e com pouco recurso.

Com isso, podemos garantir que a maneira mais eficiente e prática de lidar com investimento em imóveis, sem sombra de dúvidas, é usufruindo da relação Bovespa e Fundos Imobiliários ao realizar a aquisição de cotas de FIIs através do Home Broker de sua corretora de valores. Ao se tornar um cotista, você estará ajudando a fomentar esse investimento extraordinário e se beneficiará das rentabilidades e benefícios dificilmente encontrados em outros tipos de investimento disponíveis atualmente.

Como a Bovespa interfere nos Fundos Imobiliários?

Bovespa fundos imobiliários

No site da Bovespa existe uma tabela resumo geral dos fundos imobiliários, onde podem ser observadas diversas informações fundamentais sobre os FIIs.

Segue abaixo os cinco principais pontos de informações que consideramos mais relevantes:

  1. Data de registro na Bovespa (B3): Alguns fundos imobiliários possuem mais de 20 anos de mercado, desde sua inauguração. Entretanto, a maioria dos FIIs listados em bolsa são recentes, com menos de 10 anos. A maior parte deles inaugurada após 2008, quando esse mercado ganhou popularidade e melhorou consideravelmente sua liquidez.
  2. Preço das cotas no IPO: Geralmente os fundos imobiliários são lançados a mercado com suas cotas valendo R$ 100,00 ou R$ 1000,00. Mas os mais comuns são os valores das cotas na faixa dos R$ 100,00.
  3. Preço atual: Atualmente você encontra fundos imobiliários sendo negociados à partir de R$ 2,50. Ou seja, com o valor de um cafezinho você já pode começar a investir no mercado imobiliário de forma prática e obter rentabilidade a partir desse investimento.
  4. Negociação e rentabilidade: A negociação dos fundos imobiliários, diferentemente dos outros fundos de investimento conhecidos, é feita através da Bovespa, utilizando-se de um Home Broker de sua corretora de preferência. Já a rentabilidade dos FIIs é repassada para o cotista através dos rendimentos mensais, que são depositados na conta da corretora para o investidor.

Vejam que existem fundos que chegam a pagar rentabilidade de até 2% ao mês, como é o caso do HCRR11, um fundo de tijolo do tipo Hospital.

Atualmente não mais, mas esses são exemplos de como os fundos imobiliários pode sim ser grandes multiplicadores de renda passiva.

Considerações

Bovespa fundos imobiliários

A liquidez dos Fundos Imobiliários o favorece em relação ao investimento em imóveis físicos, visto que o número de negociações diárias para cotas desses fundos gira em torno de 200 milhões de reais.

Portanto, a relação da Bovespa com fundos imobiliários torna esse tipo de negócio bastante atrativo para a maioria dos investidores. Podemos então concluir que não há motivos para ficar de fora desse que é um dos investimentos que mais cresce no Brasil. Bons investimentos!

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários