FIIs de logística: entenda o que são e como funcionam

Não é novidade que os Fundos Imobiliários chamam atenção pela quantidade de opções disponíveis para se investir — e são tantas que, na verdade, muitos não sabem da existência de fundos como os FIIs de logística.

Hoje, te apresentaremos uma maneira de diferenciar os seus investimentos imobiliários. Para conhecer os FIIs de logística e saber como isso funciona, acompanhe os próximos tópicos! Vamos lá?

O que são FIIs de logística e como funcionam?

fiis-de-logistica

Os fundos de logística também se enquadram nos investimentos do setor imobiliário, afinal, eles são FIIs. Sendo assim, o investimento desse tipo de fundo vai para imóveis como os galpões logísticos e outros espaços destinados ao armazenamento e/ou distribuição — e é através destes imóveis, então, que vem o seu lucro.

Os FIIs de logística funcionam, basicamente, como os outros fundos do setor. Recursos são arrecadados com a venda das cotas e, então, estes cotistas passam a se tornar “patrocinadores” dos imóveis — que, nesse caso, são galpões e outros citados acima.

Assim, como todos os FIIs contam com um gestor, este profissional utiliza os recursos arrecadados para adicionar o imóvel à sua estratégia, gerando rendimentos.

Como este tipo de imóvel serve para diversos fins, várias empresas podem alugá-los ao decorrer do seu tempo de duração, não havendo a necessidade de alguma parceria contínua entre o fundo e uma empresa.

Vale lembrar que os FIIs de logística não funcionam apenas com imóveis físicos. Também é possível investir nesse setor apostando nos papéis do mercado imobiliário de logística — como, por exemplo, Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) ou até Letras Hipotecárias (LHs).

Além disso, assim como os outros FIIs, na maior parte dos casos, os FIIs de logística também são isentos da cobrança de IR. 

FIIs de logística valem a pena? Confira os prós e contras

Para te ajudar a entender melhor como esse tipo de investimento funciona na prática, selecionamos os principais prós e contras de investir nos FIIs de logística. Veja:

Principais vantagens dos FIIs de logística

Boas expectativas para a área

O e-commerce já vinha crescendo há alguns anos — com exemplos de grandes empresas como, por exemplo, o Mercado Livre —, no entanto, a pandemia tornou esse nicho ainda maior.

Com isso, a previsão é de que a área continue se expandindo nos próximos períodos e fazendo com que os FIIs de logística se beneficiem. Afinal, toda empresa ou loja grande que trabalha com produtos físicos precisa de um estoque ou centro de distribuição.

Tendo isso em mente, a logística é uma área promissora para investidores que desejam adquirir FIIs diferentes.

Menos chance de vacância, a depender do local

Quando se trata de logística, a localização importa muito. Por isso, se você investir em um galpão no local com mais fácil acesso à maioria dos bairros de uma cidade, por exemplo, o risco de vacância física será menor.

Afinal, uma empresa que tem um centro de distribuição bem localizado tende a não deixar o local por bastante tempo, pois isso beneficia as entregas.

Contratos de longo prazo

Complementando a informação citada acima, tendo em mente que o tempo de ocupação desse tipo de imóvel costuma ser maior do que ocorre com outros tipos de imóveis, é natural que os contratos tenham tendência a ser de longo prazo.

Assim, a previsibilidade de ganhos é maior, o que beneficia os investidores e o desenvolvimento do próprio fundo.

Principais desvantagens dos FIIs de logística:

Riscos econômicos

Embora toda empresa ou loja grande precise de um estoque, ou centro de distribuição, em meio a uma crise econômica, é mais provável que haja desistência. Afinal, o aluguel desses imóveis não costumam ser muito baratos.

É por esse e outros motivos que, antes de começar a investir em FIIs de logística, é de extrema importância fazer um estudo sobre o mercado atual e ter uma ideia sobre como ele pode estar daqui a alguns meses ou anos.

Estrutura do imóvel

Tendo em mente que um galpão é um imóvel relativamente grande — e que precisa estar em boas condições —, há a possibilidade de surgirem alguns problemas quanto a isso.

Por isso, se puder, certifique- se de que o imóvel está sendo mantido em bom estado de conservação antes de começar a investir, pois a degradação pode influenciar — e muito — em uma decisão quando outra empresa estiver interessada em alugar o local.

Se você quiser evitar este tipo de risco, procure títulos do mercado imobiliário de logística! Assim, você não precisa investir em imóveis físicos e fica protegido contra isso.

Saiba como investir em FIIs de logística

fiis-de-logistica

Se essa possibilidade de investimentos te interessou, saiba que você pode buscar fundos na Bolsa de Valores. Por isso, tenha também em mente que é preciso abrir uma conta em corretora antes de começar. Se você ainda não tem uma conta em corretora, saiba que esse é um passo fundamental na sua jornada com os investimentos.

Abrindo uma conta, você descobre o seu perfil de investidor, monta uma estratégia de investimentos personalizada de acordo com suas expectativas e necessidades financeiras e, ainda, pode contar com um gestor profissional, que estará preparado para te guiar por todos os caminhos que você precisar.

No mais, é sempre importante pontuar que investidores iniciantes não devem investir sozinhos, pois esta é uma prática que pode trazer péssimas consequências futuramente. Estude o mercado e conte com a ajuda de um gestor, ao menos no início, para que nada saia do controle.

Investir em fundos diferentes como os FIIs de logística pode ser uma boa estratégia de diversificação, além de te proporcionar mais experiência no mercado imobiliário e nos investimentos, em geral. Mas, antes, lembre-se de sempre consultar um profissional de confiança!

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Autor

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.


Comentários