5 coisas que você precisa saber sobre Fundo Imobiliário

Muitos investidores conhecem bem o comportamento do mercado imobiliário, mas desconhecem o funcionamento de um Fundo Imobiliário.

O mercado de ativos que compõe um fundo imobiliário ainda é incipiente no Brasil, muito por conta da falta de conhecimento e informação.

Um fundo imobiliário é, em linhas gerais,  um condomínio de investidores caracterizado pela comunhão de recursos captados com o intuito de financiar investimentos do setor imobiliário. Continue lendo esse artigo e descubra os benefícios de se investir nesse setor.

1 - Uma forma barata de investir

Fundo Imobiliário

Investir em fundos imobiliários é a forma mais barata de se investir em imóveis.

Existem fundos imobiliários cujo a cota parte do valor de R$ 10,00. Portanto, com apenas esse valor você pode se tornar cotista de um fundo de investimento imobiliário (FII) e começar a receber os rendimentos mensais deste.

Coisa que não seria possível se você fosse comprar um imóvel para alugar, por exemplo.

Os rendimentos de um FII provêm de várias formas. Segue abaixo 3 das principais:

  • Aluguel dos imóveis pertencentes ao fundo;
  • Venda dos imóveis pertencentes ao fundo;
  • Rendimento dos títulos de recebíveis que o fundo possui.

Investindo em fundos imobiliários, você pode organizar suas finanças de modo que, mensalmente, consiga aportar uma quantia recorrente.

Sendo assim, com o passar do tempo você estará cada vez mais próximo(a) de sua aposentadoria ou independência financeira.

2 - Diversificar é a palavra chave

Uma coisa que deve ser dita é a diversificação que o investidor proporciona ao seu investimento ao adquirir cotas de FIIs.

Comprando cotas de um único fundo imobiliário, você poderá estar adquirindo participação em investimentos de alto padrão como:

  • Shoppings
  • Galpões industriais
  • Lajes Corporativas
  • Prédios Universitários
  • Hotéis
  • Etc

É ou não é incrível? Mas para isso é preciso pesquisar sobre os melhores fundos disponíveis no mercado de capitais.

Atualmente o mercado de fundos imobiliários conta com aproximadamente 230 fundos listados em bolsa.

3 - Isenção de Imposto de Renda (IR)

Sim! Por incrível que pareça, os rendimentos oriundos dos investimentos em fundos imobiliários são isentos do "Leão".

Os fundos imobiliários são obrigados a distribuir, no mínimo, 95% do seu rendimento mensal para os cotistas, como forma de dividendos.

Essa renda, obrigatoriamente semestral, mas distribuído por muitos FIIs de forma mensal e creditada na conta do investidor, é isenta de IR. Só incide imposto caso o investidor decida vender suas cotas auferindo lucro na operação.

4 - Possibilidade de investir em grandes empreendimentos imobiliários

Fundo Imobiliário

Uma pessoa comum, normalmente possui recursos suficientes para investir, no máximo, em apartamentos, casas e salas comerciais.

Agora imagine os FIIs, que investem em empreendimentos de grandes valores localizados nos grandes centros urbanos do país.

São imóveis de alto padrão, muitas vezes com certificações acessíveis apenas a grandes investidores.

Os fundos imobiliários proporcionam a um investidor comum a possibilidade de comprar um pedacinho de um imóvel como esse. Não só um, mas vários imóveis como esse de uma vez só.

5 - Liquidez imediata

Você sabe o que significa liquidez? Liquidez em investimentos é a capacidade de você se desfazer de um ativo no momento que melhor lhe convém.

Por exemplo: Vamos supor que você compre um imóvel por um preço de R$ 100 mil. Entretanto, suponha que você precise do dinheiro investido 2 meses depois da aquisição desse imóvel, e com certa urgência.

Nesse caso, muito provavelmente, se quiser vender logo, você acabará tendo que vender esse imóvel abaixo do preço de mercado, visto que a liquidez de imóveis físicos é baixa. Além disso, achar um comprador para um imóvel físico pode ser uma tarefa árdua.

Definitivamente, ao investir em um fundo imobiliário, o investidor conta com uma alta liquidez de negociação das cotas, garantindo o negócio de forma fácil e rápida através do mercado de capitais representado na bolsa de valores.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários