5 coisas que você precisa saber antes de investir em Fundos Imobiliários

O mercado imobiliário, no Brasil, é querido por muitos investidores, que aportam suas reservas na aquisição de terrenos e imóveis. Contudo a maior parte deles desconhece como investir em fundos imobiliários.

A prática de investir em fundos imobiliários é pouco observada em nosso país. Em linhas gerais, o intuito de se investir em imóveis físicos é, basicamente:

  • Lucrar com o aluguel dos imóveis
  • Ganhar com a posterior venda do imóvel ou terreno após sua valorização de preço no mercado

Entretanto, a prática de se investir em fundos imobiliários deve ser avaliada com carinho, visto os vários benefícios que ela traz ao investidor de longo prazo.

Certamente você já se deparou com a seguinte conselho dos “senhores de cabeça branca”: “O melhor investimento da vida é um imóvel, pois há de se valorizar ao longo do tempo”.

Essa é uma verdade, mas não absoluta. No Brasil, os imóveis ainda tendem, de forma geral, a se valorizar.

Contudo, em países desenvolvidos, esse fato não é tão proeminente como aqui no Brasil.

Todavia, existe outra forma mais prática de investir no setor, e com algumas vantagens em relação à compra do imóvel físico.

Tal forma consiste na aquisição de cotas de Fundos de Investimento Imobiliário, ou simplesmente FIIs.

Saiba agora quais são as 5 principais nuances desse mercado que não para de crescer no Brasil.

O que são Fundos Imobiliários

Investir em Fundos Imobiliários

 

Fundos de investimento Imobiliários (FII) são condomínios fechados de investidores que reúnem seu dinheiro em um local específico.

Esse dinheiro é utilizado para comprar ativos do mercado imobiliário que geram renda mensal.

Essa renda é distribuída igualitariamente entre os cotistas de acordo com a quantidade de cotas que cada um possui.

Quais os tipos de Fundos Imobiliário

Basicamente, existem 4 tipos de fundos imobiliários. São eles:

O primeiro deles, os fundos de tijolo, são assim chamados por terem em seu portfólio, ativos imóveis físicos.

São exemplos de imóveis: prédios comerciais, galpões logísticos, shoppings centers, etc.

No caso dos fundos de papel, os ativos são compostos, em sua maioria, por títulos de recebíveis imobiliários.

Esses títulos são investimento de renda fixa voltados ao setor imobiliário.

Alguns exemplos desses títulos são: CRI (Certificados de Recebíveis Imobiliários), LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e LH (Letras Hipotecárias).

Analogamente, temos os fundos de fundos, que investem o seu capital em cotas dos fundos de tijolo e de papel. Uma vantagem desse em relação aos outros é a diversificação dos ativos.

Por fim, os fundos híbridos mesclam, em seu portfólio, produtos que compreendem a base dos demais fundos descritos anteriormente.

Como funcionam os FIIs

Investir em Fundos Imobiliários

Os FIIs são constituídos por cotas. Tais cotas são acessíveis a qualquer investidor que tenha cadastro em uma corretora de valores.

Elas representam a fração do patrimônio do fundo, investido em ativos imobiliários. Por fim, são negociadas no livre mercado da bolsa de valores.

Cada indivíduo que comprar cotas de um fundo imobiliário, detém o direito de receber parte do rendimento desse fundo. Esse rendimento é proporcional ao número de cotas que possui.

Então, o lucro dos fundos imobiliários é proveniente dos aluguéis e rendimentos dos imóveis pertencentes ao fundo.

Como comprar cotas de FIIS

A forma de investir em fundos imobiliários é bem parecida com a compra de ações de empresas listadas em bolsa.

Em linhas gerais, é possível comprar e vender cotas através do Home Broker de sua corretora.

Vantagens e Desvantagens de se investir em FIIs

Investir em Fundos Imobiliários

Vantagens FII:

  1. Preço acessível
  2. Diversificação dos imóveis
  3. Investimento em imóveis de alto padrão
  4. Isenção de IR (Imposto de Renda)
  5. Rentabilidade mensal

Desvantagens FII:

  1. Investimento não garantido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito)
  2. Não há influência sobre a gestão dos ativos pelo cotista
  3. Preço da cota varia de acordo com a oferta e demanda de mercado

Investir em fundos de investimento imobiliário pode ser uma excelente opção para o investidor que deseja diversificar sua carteira de investimentos e obter sucesso financeiro.

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários