Instituições financeiras – Conheça sua definição, funções e tipos

Você sabe o que são instituições financeiras?

As atividades que as instituições financeiras exercem são muitos importantes dentro do contexto da economia e do mercado financeiro brasileiro.

Todavia, as instituições financeiras desenvolvem papel essencial no sistema financeiro de cada país, tendo importância em uma economia em desenvolvimento contínuo. Essas instituições fornecem requisitos de capital a longo prazo das principais indústrias. Além disso, elas também exercem um papel crucial para a maioria dos cidadãos ao oferecem transações financeiras, poupança e investimentos.

O que é uma instituição financeira

instituições financeiras

Instituição financeira é uma organização cuja finalidade é otimizar a alocação de capitais financeiros próprios e de terceiros.

Isso se faz obedecendo uma correlação de risco, custo e prazo que atenda aos objetivos de suas partes interessadas (stakeholders).

Neste contexto também incluem pessoas físicas ou jurídicas que tenham interesses em sua operação. São eles:

  • Acionistas
  • Clientes
  • Colaboradores
  • Cooperados
  • Fornecedores
  • Agências reguladoras do mercado onde a organização opere

A instituição financeira opera administrando um equilíbrio delicado entre moedas, prazos e taxas negociados para os capitais que captam (passivos) e para os que aplicam (ativos) no mercado.

Isso também acontece respeitando os critérios e normas estabelecidos pelas agências reguladoras/supervisoras de cada mercado onde atue.

Um complicador para a governança do Sistema Financeiro é a taxa de alavancagem entre os passivos e ativos da Instituição Financeira.

Essa taxa exige um contínuo monitoramento, e pode levar a eventuais intervenções pelas agências reguladoras ou supervisoras, visando administrar o risco sistêmico.

Tipos de instituições e intermediadores financeiros

Quase todo mundo lida com várias instituições financeiras diariamente.

Seja para depositar dinheiro, pegar empréstimos ou trocar moedas, as instituições financeiras são parte integral dessas atividades.

As instituições financeiras podem ser basicamente divididas em dois tipos:

Instituições financeiras bancárias

Instituições financeiras não bancárias

As instituições financeiras bancárias incluem os bancos comerciais, cujo papel principal é aceitar depósitos e dar empréstimos.

Já as instituições financeiras não bancárias podem incluir bancos de investimentos, empresas de seguros, empresas de finanças, empresas de aluguel etc.

Veja a seguir quais são as principais instituições e intermediadores financeiros:

  • Bancos múltiplos
  • Bancos comerciais
  • Bancos de investimento
  • Caixas econômicas
  • BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social
  • Cooperativas de crédito
  • Sociedades de crédito, financiamento e investimento – Financeiras
  • Sociedade de crédito imobiliário
  • Sociedades corretoras de títulos e valores mobiliários
  • Sociedades distribuidoras de títulos e valores mobiliários
  • Agente autônomo de investimento - AAI

Principais funções de uma instituição financeira

instituições financeiras

As Instituições financeiras fornecem serviços como intermediário do mercado financeiro.

Em termos gerais, existem três principais tipos de instituições financeiras:

  1. Instituições depositárias - instituições que aceitam tomar e gerir depósitos, além de fazer empréstimos, incluindo bancos, sociedades de construção, cooperativas de créditos, empresas de confiança e empresas de empréstimo hipotecário
  2. Instituições contratuais - companhias de seguros e fundos de pensão
  3. Instituições de investimento - bancos de investimento, subscritores, corretoras

Através deste conteúdo fica claro, portanto, o papel essencial que as instituições financeiras desenvolvem no Sistema Financeiro Nacional e no país como um todo.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários