Investir em fundos imobiliários é uma opção simples para quem quer ingressar no mercado financeiro, e com alta estima elevada.

Mesmo com pouco capital, você pode investir em fundos imobiliários e ser sócio de empreendimentos imobiliários de alto padrão.

Investir em fundos imobiliários é uma ideia válida tanto para quem possui imóveis físicos, quanto para pessoas que não possuem nenhum tipo de investimento, por se tratar de um investimento bem democrático, devido a facilidade de se investir nos FIIs.

Listaremos abaixo os 3 principais motivos que fazem milhares de brasileiros aderirem a esse tipo de investimento:

  1. Praticidade
  2. Retornos históricos acima do CDI
  3. Isenção de Imposto de Renda

Investir em fundos imobiliários - Praticidade

Investir Fundos Imobiliários

Quando comparados a investimentos em imóveis físicos, os Fundos Imobiliários são, certamente, muito mais práticos.

Em tese, os investidores, como eu e você, não precisam realizar a gestão dos ativos. Nesse caso, cabe a uma equipe de administradores que gerem os imóveis do portfólio do fundo para extrair os melhores retornos.

Portanto, o investidor não precisa preocupar-se com burocracias como:

  • Procurar por inquilino para ocupar o imóvel
  • Acionar alguém que atrasou o aluguel
  • Fazer eventuais manutenções que se façam necessárias no imóvel

Isso torna os fundos imobiliários uma forma mais simples e prática de investir no mercado imobiliário.

Retornos históricos acima do CDI

Os FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário) apresentam retornos positivos ao longo do tempo, geralmente acima do CDI se compararmos os melhores fundos imobiliários.

Isso pode ser observado no gráfico abaixo, onde vemos como exemplo, o retorno histórico do Fundo Shopping Pátio Higienópolis (SHPH11) que foi inaugurado em 2007, comparado ao CDI com base 100.

Investir Fundos Imobiliários

Percebemos, de fato, que o rendimento dos fundos imobiliários consegue performar acima da média dos títulos de renda fixa disponíveis no mercado financeiro brasileiro.

Outra grande vantagem de possuir fundos imobiliários em carteira é o fato de que os mesmos pagam dividendos mensais.

É dinheiro caindo na sua conta todo mês.

A maioria das empresas listadas em bolsa realizam pagamento de proventos trimestralmente, podendo chegar até a 2 vezes por ano somente.

Ademais, o elevado payout dos fundos imobiliários é outro atrativo, visto a obrigatoriedade legal é que cada FII realize o pagamento de, no mínimo, 95% dos seus rendimentos brutos mensais.

Isenção de IR – Imposto de Renda

Investir Fundos Imobiliários

Outro fator que atrai muitos investidores a aportar suas economias nos fundos imobiliários é a certeza de não ter que dividir os rendimentos com o Leão.

Esse é um incentivo do governo para a indústria imobiliária, no intuito de impulsionar o setor no país.

A única exigência é de que o investidor não detenha mais que 10% do valor patrimonial do fundo em cotas.

Essa é, senão a melhor, uma das mais importantes vantagens dos fundos imobiliários.

Ao longo do tempo, a isenção de imposto de renda torna os FIIs melhores produtos em relação a outros de renda fixa ou imóveis físicos, que possuem taxação maior.

Considerações

Em linhas gerais, os fundos imobiliários são importantes ferramentas de diversificação de uma carteira de investimentos.

Por alinharem praticidade, retornos graúdos e isenção de imposto de renda, investir em fundos imobiliários é, certamente, imprescindível para o investidor que foca no longo prazo e quer alcançar sua independência financeira.

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários