Um Kit completo
para o iniciante
em FIIs
Ebook
Relatório
Minicurso
3 conteúdos gratuitos para você
aprender mais sobre FIIs e entender
melhor o mercado.

O que são Fundos Imobiliários para você?



O mercado imobiliário na bolsa de valores está sendo uma porta de entrada para a maioria dos investidores brasileiros. Entretanto, poucos sabem o que são fundos imobiliários e como fazer para investir nessa modalidade.

Antes de nos perguntarmos o que são fundos imobiliários, primeiro precisamos entender que esse tipo de investimento tem características de renda fixa, porém, é enquadrado no mundo dos investimentos de renda variável.

Os fundos imobiliários são representados por grupos de investidores que juntam seu dinheiro com o intuito de aplicá-los em ativos do setor imobiliário. Para entender melhor o que são FIIs, continue lendo este artigo.

Como funcionam os FIIs

O que são fundos imobiliários

FIIs, ou fundos de investimento imobiliário, são constituídos por cotas acessíveis a qualquer investidor que tenha cadastro em uma corretora de valores.

Essas cotas são parte de um capital investido em ativos imobiliários, e são negociadas no livre mercado da bolsa de valores.

Então, cada indivíduo que comprar cotas de um FII, detém o direito de receber parte do rendimento desse fundo, proporcionalmente ao número de cotas que possuir.

Todavia, o lucro dos fundos imobiliários é proveniente das receitas dos ativos pertencentes ao fundo. No Brasil, atualmente, existem cerca de 486 FIIs ativos na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O lucro com os aluguéis é uma das formas de rentabilizar o capital investido pelo fundo. Outra forma de investimento é a aquisição de títulos de renda fixa atrelados a empreendimentos do setor imobiliário.

Como exemplo desses títulos, temos:

Entretanto, apesar de um investidor ser o titular das cotas que possui, ele não pode exercer qualquer direito real sobre os ativos. Esse papel é de responsabilidade do gestor do fundo imobiliário.

Os ativos que compõem um FII, em sua maioria, são imóveis como:

  • Shopping centers e Hotéis;
  • Edifícios comerciais/Lajes Corporativas;
  • Universidades e Hospitais;
  • Galpões logístico/Industrial;
  • Condomínios residenciais.

Tais ativos são geridos pelo administrador do fundo e gestor, que detém o poder de exercer o direito real sobre os imóveis que fazem parte do patrimônio.

Como comprar cotas de FIIS

A forma de investir em fundos imobiliários é bem parecida com a compra de ações de empresas listadas em bolsa.

Em linhas gerais, é possível comprar e vender cotas através do Home Broker de sua corretora.

Contudo, as cotas dos fundos imobiliários também podem ser adquiridas através das chamadas ofertas públicas.

A propósito, tais ofertas são anunciadas pelos órgãos competentes, onde é feita a emissão inicial das cotas, por um valor pré-determinado pela administração do fundo.

5 vantagens de investir em FIIs

O que são fundos imobiliários

  • Preço acessível;
  • Diversificação dos imóveis;
  • Investimento em imóveis de alto padrão;
  • Isenção de IR (Imposto de Renda); e
  • Rentabilidade mensal.

O que são fundos imobiliários: conclusão

Fundos de investimento imobiliário são uma excelente opção para o investidor que pretende diversificar sua carteira de investimentos.

Por se tratar de bons ativos, eles são recomendados para a maioria dos investidores devido possuírem uma ótima relação risco x retorno. Por isso, são tão bem avaliados e recomendados pelos consultores de investimento.

Por fim, esperamos que este conteúdo tenha esclarecido as dúvidas básicas sobre o que são fundos imobiliários e despertado o interesse em estudar e investir nesta modalidade de investimento que hoje, é a que mais cresce no Brasil.

 

O que acha de aprender um pouco mais sobre os principais indicadores do mercado imobiliário? Acesse nosso material gratuito e conheça agora mesmo!

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários