Qual É A Importância Dos Dividendos Para Um Investidor De Fundos Imobiliários?

O assunto que envolve os fundos imobiliários, no mundo dos investimentos, é recorrentemente levantado.

Os dividendos (ou a participação dos lucros distribuídos aos cotistas dos Fiis ou aos acionistas de uma empresa) nada mais é do que o montante financeiro, ou seja, em dinheiro que é colocado nas mãos dos sócios do empreendimento em questão como forma de remuneração pelo capital investido e/ou empregado na operação do negócio.

É por conta disso que a compreensão da origem desta remuneração, bem como todos os processos operacionais e contábeis que geram os dividendos, são fundamentais para serem compreendidos e mensurados por todos os investidores.

A rigor, os dividendos são oriundos do lucro líquido de um empreendimento e, adicionalmente, o lucro líquido nada mais é do que uma medida contábil que mostra o quanto uma empresa conseguiu de dinheiro, após o seu faturamento ser “diminuído” por todas as despesas operacionais e financeiras do negócio, em um determinado período, considerando, exclusivamente, as movimentações de receitas e despesas do período apresentado, contando, inclusive, as vendas a prazo realizadas.

A partir disto, a empresa estabelece uma taxa de distribuição de dividendos, também chamada de Dividend Payout, em inglês.

Esta porcentagem distribuída é definida pela própria gestão das empresas.

Ainda, os dividendos são de extrema importância, pois podem mostrar o patamar baixo ou elevado de saúde financeira da uma organização.

Se a empresa distribui dividendos, de forma orgânica, ou seja, via operações rotineiras e não financeiras e se isso se mantiver constante durante vários períodos de tempo, logo, esta empresa analisada é uma organização saudável financeiramente, além de possuir uma operação que se mostra, pelo menos de forma preliminar, sustentável.

Assim sendo, a porcentagem de distribuição de dividendos é um dos vários indicadores utilizados por analistas de mercado para avaliação da saúde financeira e operacional de uma organização.

Cabe aqui adicionar, ainda, a extrema relevância que existe no reinvestimento dos dividendos recebidos pelos acionistas ou cotistas, sendo que, nesse caso, é de elevada importância para aqueles que possuem fundos imobiliários em sua carteira.

Como todos nós sabemos, os fundos imobiliários distribuem rendimentos líquidos de imposto de renda para os cotistas.

Dessa maneira, os cotistas, então, podem pegar estes dividendos recebidos e reinvesti-los em novas cotas, aumentando o patrimônio da própria carteira em fundos imobiliários e, assim, permitindo o recebimento de mais dividendos de outros fundos imobiliários que podem, também, serem reinvestidos.

Portanto, o reinvestimento de dividendos, ao longo do tempo, é um forte instrumento de acúmulo de patrimônio e riqueza, pois proporciona um resultado exponencial quando observado em uma perspectiva de longo prazo.

Isto posto, conclui-se, portanto, o quão importante são os dividendos para um investidor de fundos imobiliários.

Assim sendo, recomendamos a todos os investidores que busquem ficar atentos aos dividendos recebidos e, além disso, que busquem também fazer um planejamento financeiro periódico no intuito de reinvesti-los, de forma a aumentar o seu patrimônio e alimentar o mecanismo de renda recorrente líquida de imposto de renda que existe nos fundos imobiliários.

Para saber o histórico dos dividendos acumulados pagos pelos FIIs nos últimos cinco anos e também nos últimos 12 meses, basta acessar a página específica desse assunto no nosso site.

Conte conosco!

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários