Suno 30 FII's: Um novo índice de fundos imobiliários no mercado

A casa de análise e recomendações de investimentos, Suno Research, divulgou nesta quinta-feira, 25 de junho/20, que vai lançar um índice de fundos imobiliários chamado Suno 30 FII's.

O índice será composto por 30 fundos imobiliários que serão distribuídos entre os segmentos do “tipo tijolo” - fundos que visam adquirir ou construir imóveis físicos (tangíveis) com o objetivo de gerar renda mensal através da cobrança de aluguéis - e FIIs do “tipo papel” - que são fundos de investimentos que atuam majoritariamente em recebíveis imobiliários, que são investimentos de renda fixa do setor.

Suno 30 FII's: Qual será o benefício para o investidor de FIIs?

O índice servirá como benchmark para monitorar o desempenho dos fundos imobiliários listados na bolsa de valores de São Paulo (B3).

Atualmente, existem 236 FIIs negociados na Bovespa, sendo 120 pertencentes ao IFIX.

Dos que compõem o IFIX, a grande maioria são fundos do tipo “tijolo”, o que comprova a alta concentração do principal índice de fundos imobiliários no Brasil.

Além disso, muitos desses fundos tijolos só têm um ativo (monoativos) e não pagaram proventos nos últimos 12 meses.

Dessa forma, a Suno acredita que investidores de fundos imobiliários do tipo tijolo e papel não sejam 100% representados pelo IFIX. Sendo assim, segmentou o mercado e criaram um índice que representa melhor as diferentes classes de FIIs.

Essa metodologia vai permitir que o investidor meça o desempenho dos diferentes tipos de FIIs de forma mais efetiva e fiel que as disponíveis atualmente, além de facilitar a escolha de ativos compatíveis com seu perfil Risco x Retorno.

A empresa também declarou que sabe que existem diversos outros tipos de FIIs: Recebíveis, Desenvolvimento, Fundo de Fundos (FOFs) e Híbridos, cada um com suas próprias características, pontos fortes e fraquezas. Portanto, entendem que possuem objetivos e perfis de risco diferentes, e devem ser analisados e considerados de forma separada.

Como vai funcionar o Suno 30 FII's

O índice será composto por 30 fundos imobiliários que serão distribuídos entre os fundos de tijolo, papel e híbridos.

Diferentemente de outras soluções apresentadas pelo mercado, a Suno optou por deixar os Fundo de Fundos (FoFs) de fora.

De acordo com a casa de análise, essa classe de ativos tem o objetivo de obter lucro com a compra e venda de títulos de outros fundos imobiliários.

"Fizemos essa escolha por acreditarmos que seja a melhor solução ao consumidor, que não deseja pagar taxas em cima de taxas" - Suno Research.

Nesse sentido, serão selecionadas para compor o Suno 30 FII’s as trinta cotas dos fundos imobiliários de maior Patrimônio Líquido que atendam cumulativamente aos critérios abaixo:

  • Fazer parte do IFIX;
  • Não ser um Fundo de Fundos (FoF);
  • Possuir mais que um ativo;
  • Último pagamento de proventos há no mínimo doze meses (Dividend Yield maior que zero nos últimos 12 meses).

No SUNO30, a participação dos ativos é distribuída igualmente, e as reavaliações são trimestrais. Eventuais mudanças nos critérios do índice podem ser realizadas à medida que a indústria se desenvolva.

Suno 30 FII's: Os fundos imobiliários que vão compor a carteira

Assim como o IFIX, o SUNO30 é um índice de retorno total, indicador que busca refletir, além das variações nos preços dos ativos, a remuneração aos acionistas por meio da distribuição de proventos por parte das companhias integrantes. A tabela abaixo mostra a composição do SUNO30:

suno30

Percebam que grande parte dos FIIs de tijolo elegidos pelos critérios já mencionados são galpões logísticos, seguido de lajes corporativas e shopping centers.

Da composição, 60% dos FIIs do portfólio são do tipo “tijolo”, seguidos de 33,33% do tipo “papel” e 6,67% “híbridos”.

A Suno Research decidiu criar um índice pelo fato de acreditar que o IFIX, por agrupar todas as categorias de FIIs existentes e ser composto, majoritariamente, de fundos de tijolo, acaba não sendo um benchmark 100% eficaz para os investidores.

Dessa forma, acreditam que o Suno 30 FII’s reflita melhor os objetivos, características, pontos fortes e fraquezas da maioria dos investidores de fundos imobiliários, representando a melhor relação Risco x Retorno do mercado.

Suno Research: Uma influência positiva no mercado financeiro

Suno Research é uma casa de análise do mercado financeiro com foco em investimento de valor que trabalham para ajudar o pequeno e médio investidor a ter sucesso na bolsa de valores com recomendações e análises de investimento em renda variável.

Muito mais do que vender relatórios, o foco principal da Suno é ajudar um investidor a atingir o sucesso e a independência financeira investindo no mercado de capitais de forma sustentável, sem pegadinhas ou promessas mirabolantes.

No mercado de fundos imobiliários, a Suno Research foi um dos grandes responsáveis pela popularização deste tipo de investimento e uma das primeiras instituições a falar de forma recorrente sobre fundos imobiliários, ainda no início de 2017, quando o número de investidores nesta categoria era de pouco mais do que 100.000 pessoas – hoje são mais de 848.000.

A empresa, por fim, declarou que deseja continuar fazendo parte dessa história e que está bem otimista com o desenvolvimento da indústria de fundos imobiliários no Brasil.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários