O IFIX apresentou nesta quinta-feira (16), uma leve perda de -0,23%, fechando o dia aos 2.550,18 pontos. No acumulado do mês de abril e ano de 2020, a variação acumulada do índice é de +3,36% e -20,9%, respectivamente.

FIIS

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

GGRC11: Foi informado que um de seus inquilinos não pagou o aluguel referente ao mês de março/20. O aluguel da locatária representa aproximadamente 13% da receita imobiliária total do fundo. O inadimplemento vai representar um decréscimo de R$0,11 por cota nos rendimentos a serem distribuídos no mês de abril/20.

TRXF11: Foi aprovado pelo seu administrador a 2ª emissão de cotas do fundo, no montante de até 8.500.000 de cotas, que totaliza até R$ 816 milhões no valor de R$ 96,00 cada cota com base no valor de mercado da cota em 14 de abril de 2020.

SAAG11: A partir de 22/04/2020, as cotas de emissão desse fundo deixam de ser negociadas, em razão da incorporação do fundo pelo RBVA11.

NEWU11: Em 13 de janeiro foi realizada assembleia onde foi aprovada a transferência da gestão do fundo para o Banco Plural e a NewPort Real Estate que iniciaram o trabalho em 16 de março/20. O fundo, portanto, inicia agora mais uma fase, sob nova gestão e novo nome, e com o objetivo de se tornar um fundo imobiliário com ativos diversificados de qualidade, com fluxo de rendimentos resiliente e liquidez crescente.

NEWL11: Seu locatário realizou o pagamento do aluguel com vencimento em março/20 sem atrasos e, consequentemente, os rendimentos do fundo foram distribuídos normalmente. O fundo distribuiu R$ 0,70 por cota (DY 0,63%) como rendimento referente ao mês de março/20. O pagamento foi realizado no último dia 14 de abril.

CVBI11: O fundo encerrou o mês de março com a carteira adimplente com suas obrigações, onde 88% do patrimônio líquido estava alocado em CRI a uma rentabilidade média ponderada de 10,5% ao ano. Disse também que devido aos impactos da pandemia na economia, sua carteira poderá ser impactada no curto prazo. Os rendimentos do mês de março equivalentes a R$ 0,60 por cota serão distribuídos aos cotistas hoje, 16 de abril.

BCIA11: A cota patrimonial do BCIA11 apresentou retorno negativo de -15,04% em março/20. A distribuição de proventos foi de R$ 0,75 por cota, retomando um nível mais próximo da média histórica praticada pelo fundo. Diante da incerteza e da volatilidade do preço das cotas, o fundo adotou uma atitude cautelosa, privilegiando o aumento da liquidez.

TFOF11: Foi aprovado pela unanimidade de votos dos cotistas, representando 28,59% da base votante do fundo, a incorporação do TFOF11 pelo Hedge Top FOFII 3 (HFOF11). A administradora informou que as relações de troca da integração serão as definidas com base no valor patrimonial das cotas do TFOF11 e do HFOF11 do dia 30 de junho de 2020, sendo que as informações das efetivas relações de troca serão divulgadas oportunamente ao mercado.