A administradora de fundos CM Capital Markets DTVM Ltda., do fundo imobiliário AF Invest Recebíveis Imobiliários (AFCR11), comunicou ao mercado e aos cotistas na quinta-feira (25), através de fato relevante, a conclusão da aquisição parcial de CRI da Habitasec Securitizadora S.A.

O AF Invest Recebíveis Imobiliários (AFCR11) afirmou que a aquisição desses CRI foi concluída no dia 24 de março de 2021 e faz parte da 1ª emissão Certificados de Recebíveis Imobiliários da Habitasec Securitizadora S.A., os quais foram objeto de distribuição pública  nos termos da Instrução da CVM n.º 476.

O AFCR11 diz que a aquisição teve um valor de R$16,209 milhões, corresponde a uma quantidade de 16.209 CRI. A remuneração dos CRI será de 14% ao ano e a atualização monetária é a variação mensal positiva do IPCA/IBGE. A data de vencimento do CRI será em 21 de fevereiro de 2025.

Além disso, o AF Invest Recebíveis Imobiliários destaca que a periodicidade de pagamento da remuneração e amortização dos CRI é os juros pagos mensalmente sem carência. A amortização é realizada em uma única parcela, na data de vencimento final.

Lastro dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) adquiridos pelo AFCR11 são os créditos imobiliários decorrentes das cédulas de crédito bancário. Esses créditos são da série INF225. Inclui-se também nesse lastro a série INF-226 e a série INF-227, emitidas pela Spe Infinita Life.Co Incorporação Imobiliária Ltda.

Importante dizer que as garantias presentes nessa aquisição do AF Invest Recebíveis Imobiliários são:

  • Alienação Fiduciária de Imóveis;

  • Cessão Fiduciária;

  • Aval;

O AFCR11 diz que as aquisições e as transações descritas estão em linha com o objeto e a política de investimentos do fundo, estabelecidos no regulamento, auferir rendimentos advindos dos ativos alvo que vier a adquirir.

Saiba mais sobre o AFCR11

Conforme consta no relatório gerencial do AFCR11 referente ao mês de fevereiro, o fundo visa a aquisição de ativos financeiros de natureza imobiliária, com foco na aquisição de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

Sobre o portfólio do AF Invest Recebíveis Imobiliários 85,9% está alocado em CRIs e 14,1% em caixa. 100% do portfólio tem como indexador o IPCA. Entre os 6 CRIs do fundo, eles estão localizados em:

  • 4 no Rio Grande do Sul;

  • 1 em São Paulo;

  • 1 Ceará;

AFCR11 conclui aquisição parcial de CRI da Habitasec Securitizadora

O patrimônio líquido do AFCR11 é de R$121,87 milhões, e a quantidade de cotas é de quase 1,19 milhão. O valor patrimonial da cota é 102,65 até 26 de fevereiro de 2021, enquanto o valor da cota de mercado foi R$113,92 nesta mesma data, chegando a R$117,00 no dia 18 de março de 2021.

Além disso, no dia 8 de março de 2021, o AFCR11 distribuiu R$1,03 por cota, que corresponde a 765% do CDI mensal, ou 900% do CDI após o efeito tributário. O resultado distribuído reflete apenas o recebimento de juros das operações de CRI, dado que a atualização monetária sobre os saldos devedores dos CRI, ainda que acurada, será recebida na amortização das operações, conforme aponta o relatório.

O AF Invest Recebíveis Imobiliários diz que do valor captado na 2ª emissão ICVM 476 do AFCR11 (concluída no dia 23 de dezembro de 2020), ao final de fevereiro de 2021, 51,7% haviam sido alocados, resultando em 78,6% do patrimônio líquido do fundo alocado a remuneração média de IPCA + 12,9482% ao ano.

No dia 4 de março de 2021 foram alocados pelo AFCR11 R$ 8,9 milhões no CRI Shopping Alegria a remuneração de IPCA + 12,6825% ao ano, com previsão de alocação do restante dos recursos em caixa ainda no corrente mês via aquisição de um CRI em fase final de formalização operacional.