O Fundo de Investimento Imobiliário BB Fundo de Fundos Imobiliário (BBFO11), administrado pelo BB Gestão de Recursos DTVM, divulgou nesta quinta-feira (30) o seu relatório gerencial do mês de outubro, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal.

O objetivo do BBFO11 é formar uma carteira diversificada de cotas de fundos

imobiliários negociados na B3. Esses papéis são escolhidos através de metodologias quantitativas e avaliações qualitativas.

Assim, se explora as melhores oportunidades que se tem no mercado de fundos imobiliários, para ter uma carteira de investimentos que possa entregar rendimentos, gerenciando-se os riscos que já são atrelados ao investimento em fundos imobiliários. O início do fundo foi em 28 de dezembro de 2020 e possui uma taxa de administração de 0,50% ao ano, ao passo que não há taxa de performance.

Portfólio do BB Fundo de Fundos Imobiliário

A carteira do BBFO11 é feita por áreas de gestão e análise quantitativa da BB

DTVM. Ela, por usa vez, considera a qualidade em seus ativos, e que tenham estabilidade e recorrência nos aluguéis que foram distribuídos.

Além da análise de ativos que fazem parte do índice IFIX, o fundo ainda conta com a avaliação de forma qualitativa da Eleven Research para formar a carteira dos fundos investidos pelo BB Fundo de Fundos Imobiliário.

Entre as principais posições do BBFO11, se destaca:

  • KNCR11: Fundo de CRI com cerca de R$ 3,8 bilhões em patrimônio líquido e está 88,4% atrelado ao CDI;

  • KNRI11: Carteira com 20 propriedades, das quais 11 são edifícios comerciais e 9 são galpões logísticos, com exposição de 51,7% o segmento logístico e 48,7% ao segmento corporativo. Ainda se tem 64,6% do portfólio com localidade em São Paulo;

  • IRDM11: Pertence ao segmento de recebíveis mobiliários com cerca de R$ 2,0 bilhões de patrimônio líquido. No ano de 2020, foi o fundo mais líquido de toda a indústria de FIIs. Ainda possui cerca de 30% do patrimônio alocado no segmento de FIIs, sendo uma das principais posições do BBFO11;

  • HGLG11: Tem 277,2 mil cotistas e tem atuação principal no segmento logístico e industrial. Possui inquilinos com boa situação financeira e perfil de crédito, entre eles são LAME, Gerdau, Ambev e Volkswagen;

  • XPLG11: A composição do patrimônio é de 15 empreendimentos logísticos, entre os quais são 2 ativos em construção, em que 51% estão alocados nas regiões sudeste, sul e nordeste;

  • HGRU11: Atua no segmento de renda urbana, com investimentos em empreendimentos de uso institucional e comercial.

Resultado e rendimento do BBFO11

Em outubro, as principais altas do fundo BBFO11 vieram de XPML11, HCTR11, HGLG11 e DEVA11. Já as cinco maiores baixas do fundo estão em BRCR11, KNRI11, VILG11 e XPLG11. Veja a evolução da cota patrimonial em relação a cota de mercado:

BBFO11 divulga resultado e dividendos do mês de outubro de 2021

O total de receitas do BBFO11 em outubro foi de R$ 2,68 milhões, dos quais a maior parte é de rendimento de fundos. As despesas foram de R$ 168,7 mil, atingindo um resultado líquido de R$ 2,52 milhões. Desse valor, o fundo distribuiu 98,66% aos cotistas, equivalente a R$ 0,62 por cota.