A gestão do FII BTG Pactual Fundo de Fundos (BCFF11), detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado sexta-feira (20), a performance do fundo no mês de julho. Desta forma, a gestora BTG Pactual Gestora de Recursos explicou a ênfase dos investimentos do fundo.

Referente ao mês de julho, o BCFF11 distribuiu R$ 0,47 por cota aos seus investidores. De acordo com o BTG Pactual Gestora de Recursos, “este valor representa um dividend yield de 7.0% ao ano, com base na cota de fechamento do mês, ou ainda o equivalente a 166% do CDI para o período”.

Confira na tabela abaixo os resultados com maiores detalhes:

BCFF11

A gestão destacou que nesse mês o fundo apresentou um aumento de R$0.04/cota em seu FFO, “fruto principalmente dos investimentos realizados com os recursos da 10ª emissão de cotas realizada em maio deste ano”. 

Em relação às operações de trading, o BCFF11 obteve um forte resultado na comparação com o mês anterior com aumento de R$0,07 por cota. Na visão da gestora, esse resultado foi possível com a melhora do mercado no contexto da proposta da reforma tributária. 

Após forte baixa no final de junho, no mês seguinte o mercado se recuperou. Diante disso, o fundo aproveitou as oportunidades e fez operações no mercado secundário, movimentando R$113 milhões no mês. 

A gestão também explicou que houve uma redução no rendimento com renda fixa no BCFF11, isso devido ao menor caixa disponível, já que o portfólio manteve-se mais de 90% alocado durante todo o mês. 

Neste aspecto, o fundo fechou o mês com uma “reserva de contingência de R$9 milhões, o equivalente a R$0,36/cota, já considerando a nova base de cotas do fundo”, disse a gestora. 

Confira na imagem abaixo a composição dos resultados do BCFF11:

BCFF11

Sobre o portfólio do fundo e seus investimentos

A gestão explicou que o setor de maior representatividade na carteira do BCFF11 é atualmente composto por FIIs de CRIs, com participação de 47% do PL do fundo. Na verdade, esses ativos têm demonstrado performance superior nos últimos 12 meses, com um retorno de 5.36% versus  -1.60% do IFIX. 

“O BCFF11 mantém uma posição estratégica nesse segmento com objetivo de rentabilizar a carteira e também como proteção frente a volatilidade de mercado e como hedge de inflação”, disse a gestão. 

Os FIIs de CRI performam melhor com o aumento da inflação, como pode ser observado no aumento do DY dos fundos que possuem majoritariamente ativos atrelados ao IPCA e IGP-M. Lembrando que o IPCA anualizado em junho e julho de 2021 foi de 6.4% e 11.5% respectivamente. 

Por fim, diante do cenário macroeconômico, o fundo tem buscado um portfolio mais defensivo frente às oscilações recentes no mercado de FIIs, sobretudo, aumentando sua participação em FIIs de CRI em sua carteira. 

Conheça o BCFF11

O FII BTG Pactual Fundo de Fundos Imobiliários tem como objetivo principal a aquisição de cotas de outros FIIs, bem como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e outros títulos de renda fixa.

O fundo possui patrimônio líquido de R$ 2,05 bilhões e tem aproximadamente 286.894 cotistas. 

Para quem deseja investir no BCFF11, o valor patrimonial de sua cota é R$79,59. Sua taxa de administração é de 0,150% sobre patrimônio líquido (mínimo R$ 25.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).