O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ segunda-feira‌ ‌(06)‌ ‌em alta de 1,24%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.643,10 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ dezembro ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ 2,5%‌ ‌e‌ -7,91%,‌ ‌respectivamente.‌  

Também, o ‌‌índice‌‌ ‌‌‌‌SUNO30‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌em‌‌ alta de 1,40%‌ ‌‌e‌‌ ‌95,48 pontos.‌‌ ‌‌Confira na tabela abaixo:

fechamento fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

BTLG11 informa resultados e comenta sobre ativos do fundo

A gestão do BTG Pactual Logística FII (BTLG11) comunicou aos cotistas nesta última segunda-feira (06), sobre resultados e rendimentos referentes ao mês de outubro. Além disso, a gestão explicou informou sobre os ativos do fundo. 

Referente a outubro, o BTLG11 distribuiu R$ 0,72/cota aos seus cotistas, representando assim um dividend yield de 8,4% com base na cota de fechamento do mês. Confira abaixo:

BTLG11

De acordo com a gestora, nos últimos 24 meses, o retorno do fundo é de 27,0%, enquanto o  IFIX teve um retorno de -4,2%. 

Gestão dos ativos do fundo

Em novembro, o fundo teve a devolução de dois módulos no ativo BTG Log Hortolândia. A gestão disse que o locatário, que já vinha reduzindo sua área no ativo, decidiu por devolver seus últimos 4 módulos, o que representa 1,4% da ABL total do FII. 

Confira o perfil dos ativos do BTLG11: 

BTLG11

Diante disso, o fundo segue na prospecção de novos locatários. Com o aquecimento do mercado, a negociação com o novo inquilino já está em estágio final de negociação. A gestão quer em breve anunciar ter novidades em relação à locação. 

Em relação às obras nos imóveis, a gestão divulgou que o fundo fazendo a expansão do ativo Magna, que já está 30% concluída. A previsão de entrega é março de 2022. 

Neste caso, o cronograma da obra teve alguns problemas de prosseguimento, principalmente pelas consequências da pandemia e algumas indefinições quanto ao projeto junto a locatária. A gestora afirma que os trabalhos seguem adiante.  

No ativo SBC, ativo que está em construção, o fundo tem avançado para poder dar uma transparência maior quanto à sua evolução. Houve avanço na frente comercial. Por isso, a gestão também deve anunciar em breve maiores informações sobre o imóvel. 

Compra de condomínio logístico

No dia 29 de novembro o Fundo comunicou ao mercado sobre a compra do ativo BTLG Mauá/SP. 

A gestora reforçou que a aquisição está dentro da estratégia do FII. A compra refere-se a condomínio logístico, recém entregue, com ABL potencial de 88.774 m², AAA e 30% pré-locado para inquilinos como: 

  • Petz 
  • GFL/Magazine Luiza
  • Loggi
  • Anchieta Peças. 

Desta forma, a gestão segue confiante que a aquisição envolve excelente localização, inquilinos de ótimo risco de crédito e imóvel com o mais alto padrão construtivo. 

Como forma de pagamento, a compra contará com alavancagem e uma estrutura de Renda Mínima Garantida por 16 meses, conforme já divulgado em fato relevante.

O BTG Pactual Logística é um fundo imobiliário de tijolo com objetivo de obtenção de renda e ganho de capital por meio de investimentos em imóveis destinados a operações de armazéns logísticos e plantas industriais. 

VCJR11 planeja fazer nova emissão de cotas

O Vectis Juros Real (VCJR11), representado por sua gestora Vectis Gestão, informou apresentou os resultados do fundo referentes a novembro. Além disso, o fundo divulgou sua intenção de fazer nova emissão de cotas. 

O fundo distribuirá o valor de R$ 1,45 por cota referente ao mês de novembro. Esse valor será pago no dia 13 de dezembro.  

O dividendo a ser distribuído representa uma rentabilidade líquida de 247% da taxa DI no período para a cota média da 1ª e 2ª emissão e um dividend yield de 19,7% sobre a cota de fechamento de 30 de novembro, no valor de R$ 96,20. Confira abaixo:

VCJR11

A gestora disse que o VCJR11 mantém 96% do seu patrimônio alocado em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), distribuído em 20 diferentes operações e 1% do PL alocado em um FII. 

Os 3% restantes compõem o caixa do fundo, estando aplicados em ativos de liquidez diária e serão utilizados para potenciais novas operações. 

Emissão de cotas

A gestão pretende realizar no dia 09 de dezembro de 2021 uma Assembleia Geral de cotistas para aprovar uma nova emissão de cotas do VCJR11. 

A nova emissão será de até R$250 milhões (oferta base), e os recursos serão alocados em novos investimentos imobiliários já identificados e em processo de estruturação ou due dilligence, conforme política de investimento do Fundo. 

Reafirmamos que o Fundo continua com sua carteira imobiliária saudável – sem inadimplência e sem eventos adversos em suas operações e suas respectivas garantias, além de ótima performance. 

O Vectis Juros Real é um fundo do tipo papel, com investimentos aplicados em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Letras Hipotecárias (LH) e outros ativos financeiros imobiliários.