O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ sexta-feira‌ ‌(12)‌ ‌em queda de -0,16%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.617,76 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ novembro ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ -2,16%‌ ‌e‌ -8,78%,‌ ‌respectivamente.‌  

Já o ‌‌índice‌‌ ‌‌‌‌SUNO30‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌em‌‌ queda de -0,25%‌ ‌‌e‌‌ ‌94,93 pontos.‌‌ ‌‌Veja‌‌ ‌‌na‌‌ ‌‌tabela‌‌ ‌‌‌abaixo:‌‌

fechamento fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

RBFF11 mostra resultados e explica movimentação de carteira

Em relatório gerencial apresentado aos cotistas nesta sexta-feira (12), a gestão do FII Rio Bravo Fundo de Fundos (RBFF11) comunicou sobre o desempenho do fundo no mês de outubro. Também, a gestora Rio Bravo explicou a venda de ativo do fundo.  

O fundo anunciou uma distribuição de R$0,47 por cota referente ao mês passado, o que corresponde a um dividend yield de 10,13%, acima da média do mercado e do IFIX, disse a gestora. Confira abaixo:

RZTR11

O RBFF11 fechou o mês negociando com um desconto de 15,82% em relação à cota patrimonial, considerado pela gestão um patamar de alocação atrativo para os investidores que buscam renda passiva bem fundamentada e de longo prazo. 

A gestão explicou que o cenário econômico atual é desafiador, inclusive com alta volatilidade no mercado secundário e desvalorização de 9,72% no IFIX.  

Por isso, o RBFF11 tem buscado aumentar a receita recorrente do fundo por meio dos dividendos dos FIIs de sua carteira, diminuindo assim a dependência da realização de ganho de capital para compor resultados.

Por isso que as maiores posições do fundo tem sido nos FIIs de recebíveis, que no momento pagam melhores dividendos, sendo o MXRF11 o ativo com maior investimento do RBFF11 (8% de sua carteira). 

Falando em dividendos, para o segundo semestre de 2021, o RBFF11 vem distribuindo um provento de 0,47/cota. 

Porém, em um cenário de retomada do mercado, a gestão quer aumentar o patamar para 0,60/cota. Porém, caso haja ainda maior estresse de mercado, a banda inferior de distribuição seria de 0,40/cota. 

Operações do mês

No mês de outubro o principal desinvestimento realizado no RBFF11 foi a liquidação total da posição de Vinci Offices (VINO11).

O RBFF11 entrou no fundo no IPO e aumentou sua exposição no VINO11 através do mercado secundário e da última emissão de cotas. 

Abaixo, o RBFF11 divulgou o valor negociado em R$/m² de todos os fundos de lajes corporativas do portfólio (inclusive o recente desinvestimento) e o valor/m² médio das últimas transações anunciadas nas principais regiões de São Paulo. 

RBFF11

Como podemos observar, os outros fundos do setor estão muito descontados se comparados ao Vinci Offices. 

O FII Rio Bravo Fundo de Fundos é um fundo imobiliário do tipo papel (Fundo de fundos). Seu objetivo é proporcionar retorno aos seus cotistas por meio de uma carteira diversificada por meio de investimentos em FIIs e em ativos de renda fixa. 

RZTR11 mostra resultados e informa sobre aquisições 

A Riza Asset Management, gestora do FII Riza Terrax (RZTR11), comunicou em relatório gerencial nesta sexta-feira (12), a apresentação dos seus resultados referente ao mês de outubro. Além disso, a gestão falou sobre as recentes aquisições e objetivos do fundo.

Em relação aos resultados distribuídos, o Riza Terrax pagou R$ 0,95 reais por cota referente ao mês de outubro, equivalente a um dividend yield de 0,98%. Confira abaixo:

RBFF11

Além disso, a gestão reforçou que a cota no mercado secundário variou de R$ 99,99 para R$ 96,90 reais, um retorno total bruto de -2,14% no mês. O fundo distribuiu o valor acumulado de R$ 8,12 por cota no período de janeiro a outubro/2021. 

A gestora reforçou que a aquisição da São Martinho IV elevou a alocação do fundo para 99%. Mesmo assim, o RZTR11 ainda possui recursos em caixa, uma vez que as aquisições são feitas em parcelas. 

Negócio quase fechado

O fundo divulgou anteriormente a assinatura de contratos de compra e venda de ações de algumas empresas geridas pela Brookfield no Brasil. 

A gestão disse que estas aquisições ainda estão sujeitas à prévia aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica e à implementação de determinadas condições precedentes ao fechamento. 

Se tudo concluir da melhor maneira possível com a concretização do negócio, a gestão avisará em fato relevante e relatório gerencial todos os detalhes da operação. 

Desta forma, a gestão destacou que o time de agronegócio da gestora está focado em realizar operações estruturadas através da estratégia de Land Equity, que agreguem cada vez mais rentabilidade para os cotistas. 

Um dado que tem sido observado pela equipe é justamente a inclinação da curva de juros. Por isso, o RZTR11 segue realizando operações com taxas condizentes com o cenário atual, visando gerar retornos acima do target do fundo de CDI+4,5% a.a. 

O FII Riza Terrax tem como principal objetivo gerar retorno para os investidores no longo prazo através do arrendamento, compra e venda de propriedades agrícolas em 3 diferentes estratégias, Sale&Leaseback, Buy to Lease e Land Equity.