O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ sexta-feira‌‌‌ ‌‌‌(13)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ alta de 0,58%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.772 pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ maio ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ -1,46 ‌‌‌e‌‌‌ -1,17%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌Em resumo, HCTR11 explicou o aumento dos seus rendimentos. Além disso, o KISU11 mostrou seus resultados e comentou sobre reserva para novas distribuições. 

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌

FII HCTR11 explica aumento de dividendos deste mês: vem mais pela frente?

O Fundo de Investimento Imobiliário Hectare CE (HCTR11) com gestão da Hectare Capital, divulgou nesta sexta-feira (13) o seu relatório gerencial do mês de abril, no qual descreveu seus resultados. Além disso, a gestora explicou o que impactou positivamente os rendimentos do fundo para este mês.

Referente ao mês de abril, os dividendos do HCTR11 foram de R$1,75 por cota (HCTR11), o equivalente a um dividend yield de 1,46%. A gestora confirmou que, após a distribuição, o fundo tem R$ 27,8 milhões de lucro contábil acumulado. Confira abaixo:

HCTR11 fiis

Diante disso, a gestão do HCTR11 explicou o que impactou os resultados do HCTR11. Em primeiro lugar, o FII SRVD11 que está presente na carteira do HCTR11, distribuiu R$ 0,20 cota, o que resultou em R$ 3.803.074,80 na linha Receita de FII. 

Correção monetária ajudou no aumento dos dividendos 

Além disso, com o aumento da correção monetária da variação do IPCA de fevereiro (1,01%) e março (1,62%), os rendimentos do HCTR11 vieram maiores, uma vez que 92% dos CRIs do fundo são indexados ao IPCA. Veja abaixo o peso da correção monetária nos rendimentos do fundo:

HCTR11 fiis

A gestora disse que neste mês com o IPCA de abril já divulgado, a correção monetária terá novamente um valor expressivo. Se isso poderá trazer dividendos ainda maiores, a gestão não confirmou. 

O FII Hectare CE é um fundo imobiliário que tem como objetivo proporcionar aos cotistas a valorização e a rentabilidade de suas cotas no longo prazo, por meio de investimentos em ativos imobiliários, auferindo rendimentos e ganhos de capital advindos destes.

KISU11 informa resultados e confirma caixa para novas distribuições

A gestão do fundo Kilima FIC de FII SUNO30 (KISU11) detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado sexta-feira (13), a performance do fundo no mês de abril. 

A gestora divulgou que os dividendos do KISU11 referente ao mês de abril é de R$ 0,065/cota, representando um dividend yield (DY) de 10,22% a.a. sobre a cota de fechamento do mês.  Além disso, o fundo possui lucros represados no caixa para distribuições futuras. Confira:

KISU11 fiis

A gestora comentou que no atual cenário de inflação elevada, os FIIs de CRI, que representam 34,0% da carteira do fundo, entregarão maiores resultados, além de trazer maior resiliência de preços no secundário e proteção ao patrimônio do KISU11. Diante disso, a gestora confirmou que o KISU11 estava com 93,0% da carteira alocados em FIIs. 

Para os próximos meses, a gestora disse estar confortável com os níveis de dividendos que serão distribuídos no novo patamar de distribuição anunciado em janeiro, com lucros represados no caixa e a baixa dependência de ganho de capital para geração de caixa. A gestora ainda quer aumentar a exposição em MCCI11 através de novas ofertas. 

Ao final do mês de março, o índice SUNO 30 sofreu alterações, com as entredas de VCJR11 e VRTA11, além da saída de RBVA11 e HSLG11. Porém, a gestora segue atenta para fazer tais modificações em carteira. 

O KISU11 é um FII (fundo de fundos) que tem por objetivo seguir a carteira teórica do índice de referência SUNO 30 FII.