O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ segunda-feira‌‌‌ ‌‌‌(15)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ alta de 0,32%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.811 pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ junho ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ -0,32 ‌‌‌e‌‌‌ 0,23%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌Em resumo, GGRC11 explicou sobre processo judicial contra locatária, enquanto o TRXF11 informou sobre sua nova emissão de cotas.

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌

GGRC11 destaca conflito judicial com locatária; saiba como está o processo

A Zagros Capital, administradora do fundo GGR Copevi Renda (GGRC11), informou aos cotistas nesta última segunda-feira (20) sobre os resultados e rendimentos de maio. Além disso, o fundo comunicou sobre o processo contra a Covolan, explicando sua posição em defesa de seu patrimônio.  

O GGRC11 entrou com uma ação de execução em face da Covolan e dos fiadores. A empresa segue com aluguéis atrasados e multas a pagar. Porém, a gestora explicou que em virtude da morosidade do judiciário, o fundo está analisando “ações mais drásticas a serem tomadas para reaver os valores em aberto”. 

Deste modo, a gestora foi enfática, dizendo que “não serão medidos esforços para que a locatária e seus avalistas cumpram os termos do contrato, quer seja o pagamento dos aluguéis ou eventual rescisão antecipada do contrato”. 

O ativo em questão sofreu um incêndio em fevereiro deste ano, sendo que todas as medidas necessárias para que a seguradora indenize o fundo estão sendo tomadas. Prova disso é que a seguradora aprovou o pagamento parcial da indenização de valores incontroversos para a reconstrução, no valor de R$ 671.479,63. 

Resultados do fundo

Os dividendos do GGRC11 referente ao mês de maio foram de R$0,93/cota. Esse valor equivale a um dividend yield de 0,85% no mês ou 10,31% anualizado, com base na cota de fechamento de maio (R$108,22). 

Para quem deseja investir no GGRC11, o valor patrimonial de sua cota é de R$130,44, sendo sua taxa de administração de 1,10%a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).

TRXF11 informa sobre nova emissão de cotas

O fundo imobiliário TRX Real Estate (TRXF11), representado por sua gestora TRX Gestora de Recursos, comunicou nesta última segunda-feira (20) sobre sua nova oferta de cotas. 

Esta será a 6ª emissão de cotas do fundo, com o objetivo de emitir 818.415 novas cotas, no valor de R$ 97,75.

O fundo pretende arrecadar o montante de R$ 80.000.066,25, e no mínimo, R$ 5.000.010,20. O valor total poderá ser aumentado em razão da emissão das Cotas Adicionais. 

Será cobrada uma taxa equivalente a R$ 0,50 por Cota, a chamada taxa de Distribuição primária, que será paga pelos cotistas na emissão restrita. 

Por fim, os cotistas poderão manifestar seu Direito de Preferência, a partir de 28 de junho e 8 de julho de 2022, por meio de sua corretora ou outro agente de custódia. 

O TRX Real Estate é um fundo de investimento imobiliário com foco na distribuição de renda e dividendos aos seus cotistas através de uma gestão ativa que busca maximizar seu retorno por meio da aquisição, do desenvolvimento e da venda de imóveis locados preferencialmente para grandes empresas com contratos de longo prazo.