O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ quinta-feira‌ ‌(22)‌ ‌em queda de -0,13%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.834,13 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ ‌julho ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ 2,87%‌ ‌e‌ -1,25%,‌ ‌respectivamente.‌ ‌

 ‌Também,‌ ‌o‌ ‌índice‌ ‌‌SUNO30‌‌ ‌fechou‌ ‌em‌ queda de -0,13% ‌e‌ 103,40 pontos.‌ ‌Veja‌ ‌na‌ ‌tabela‌ ‌abaixo:‌ 

fechamento 22/07 fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

MXRF11 informa resultados e divulga seus investimentos

A gestão do Maxi Renda FII (MXRF11), detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado na quinta-feira (22), a performance do fundo no mês de junho. Desta forma, a gestora XP Asset Management publicou os resultados do FII e descreveu a movimentação de sua carteira. 

Em relação ao mês passado, a distribuição foi de R$ 0,07 por cota. A gestão reforçou que esse valor representa aproximadamente 229,60% do CDI no período, já livre de impostos, o que equivale a um rendimento de 270,11% do CDI. No semestre, o fundo distribuiu o equivalente a 99,96% dos lucros apurados segundo o regime de caixa.

Observe na tabela abaixo os resultados do mês: 

MXRF11

Movimentação da carteira de investimentos

Em relação à carteira de CRIs, a gestão fez alguns desinvestimentos, com a venda dos ativos GPA, FS Bioenergia, BB e Dasa. Desta forma, o MXRF11 teve ganho de capital de R$ 6,15 milhões. Da mesma forma, o fundo também vendeu os CRIs Rio Ave, Pesa/AIZ e Econ no valor total de R$ 168,69 milhões. 

Com maior caixa, a gestão informou que o fundo fez um investimento de R$ 42,30 milhões CRI Cemara. 

Na carteira de FIIs, o MXRF11  integralizou uma nova chamada de capital no FII Rooftop I (ROOF11) no valor de R$ 940 mil. Já nos investimentos em permutas financeiras, o fundo investiu R$ 30,21 milhões. 

As estratégias do fundo

A gestão destacou que o fundo segue sua estratégia de ter um portfólio composto de CRIs de qualidade elevada, sem com o foco em originação e estruturação próprias. Por este motivo, “existem prêmios implícitos nas taxas dos papéis, que permitem que o Fundo consiga gerar ganho de capital em operações no mercado secundário, como as mencionadas acima”, disse a gestão.

 Da mesma forma, o fundo tem como foco o uso da estratégia de ganho de capital para gerar retornos recorrentes e não pontuais.

Em resumo, o MXRF11 tem como objetivo de investir 80% do seu patrimônio líquido em CRIs de qualidade e crédito no mercado e até 20% do PL em "permutas financeiras“, que possuem boa rentabilidade, com retornos da ordem de INCC + 13% a.a. Já os investimentos em cotas de FIIs são complementares às estratégias principais do fundo. 

Confira abaixo o perfil dos ativos do fundo:

MXRF11

O Maxi Renda FII é um fundo de papel com objetivo de rentabilizar por meio da aplicação de seus recursos em ativos financeiros com lastro imobiliário, tais como CRI, Debênture, LCI, LH e cotas de FIIs.

RBRF11 informa resultados e investimentos do mês

A gestora RBR Gestão de Recursos do fundo RBR Alpha Multiestratégia Real Estate (RBRF11), anunciou aos cotistas nesta quinta-feira (21), através de relatório gerencial, os resultados do mês de junho. Também, o fundo divulgou seus investimentos e a mudança na sua carteira.

O fundo anunciou a distribuição de rendimentos de R$ 0,60 por cota, o equivalente a dividend yield anualizado de 9,1% a.a. sobre cota mercado no fechamento de junho. Confira abaixo:

RBRF11

Desta forma, o RBFF11 fechou o primeiro semestre de 2021 cumprindo com o guidance de distribuição para o período, neste caso, entre R$0,60 - R$0,80 por cota. 

A gestão acredita que após a não inclusão do fim da isenção de impostos dos dividendos dos FIIs, o avanço da vacinação no Brasil e um Banco Central transparente na sua comunicação sobre a política monetária, há motivos para crer em um segundo semestre mais positivo que o primeiro para a indústria de Fundos Imobiliários, destacou a RBR Gestão de Recursos. 

Movimentação de investimentos

Na linha de alocações, o fundo executou operações no mercado, somando cerca de R$120 milhões, com destaque nos 3 investimentos, sendo dois CRIs e um FII: 

  • R$40,6 milhões no CRI GE Barueri: Taxa de IPCA + 6,00% a.a. e duration de 6,9 anos; 
  • R$40 milhões no CRI Lote 5: Taxa de aquisição de IPCA + 9,00% a.a. + kicker sobre vendas (retorno esperado de 16% a.a.) e duration de 3,3 anos. 
  • R$ 40 milhões na oferta do FII RBRR11: Taxa média de IPCA + 5,88%, duration médio de 3,5 anos e liquidez diária do FII de cerca de R$ 2,5 milhões.

Confira na tabela abaixo todos os investimentos do mês: 

RBRF11

Desta forma, o fundo fecha o mês com cerca de 8% do PL em caixa. Em relação ao mês de julho, a gestão informou que liquidará parcela relevante de uma alocação onde o RBRF11 está posicionado: “um novo fundo do segmento de Residencial para Renda, o que deverá levar o caixa para cerca de 3% do PL”, destacou a gestora. 

Por fim, a gestão reforçou que o primeiro semestre foi bastante positivo para o RBRF11, com movimentação de R$ 880 milhões (R$ 545 milhões de investimentos e R$ 335 milhões de vendas). Da mesma forma, o fundo foi constante na distribuição de R$0,60 por cota.

O RBR Alpha Multiestratégia Real Estate é um fundo imobiliário do tipo papel, com objetivo de auferir rendimentos e ganhos de capital na aquisição de FIIs, Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e outros ativos líquidos ligados ao mercado imobiliário.

BTAL11 informa resultados e explica aumento de dividendos

O BTG Pactual, gestora do FII BTG Pactual Agro Logística (BTAL11), comunicou na última quinta-feira (22) aos seus investidores os resultados e rendimentos do mês de junho. Também, a gestora aproveitou para informar sobre o aumento no patamar de distribuição do fundo. 

O FII BTG Pacual Agro Logística é um fundo do tipo tijolo com foco no segmento logístico e industrial ligado ao agronegócio. Porém, o fundo tem investido tanto em imóveis quanto em outros ativos como CRIs, LCIs entre outros.

A gestão informou que o fundo realizou 11 aquisições de ativos-alvo (valor total R$ 555 milhões) que representam uma alocação de aproximadamente 90% do patrimônio líquido. Além disso, o resultado do mês de junho foi de R$ 0,66 por cota será integralmente distribuído aos cotistas no dia 27 de julho. Confira abaixo:

BTAL11

Considerando o valor de mercado da cota no dia 30 de junho, o rendimento deste mês representa um dividend yield anualizado de 8,1% sobre a cota de mercado ao final do mês (7,7% sobre a cota patrimonial).

Desta forma, o BTG Pactual lembrou que o aumento dos rendimentos nos últimos meses é reflexo das aquisições realizadas no período de alocação dos recursos captados no início do ano.