RBRP11, XPCI11 e CCME11 são os destaques do Bom Dia FIIs (26/05)

Os fundos RBRP11, XPCI11 e CCME11 são os destaques do Bom Dia FIIs de 26/05

RBRP11, XPCI11 e CCME11 são os destaques do Bom Dia FIIs (26/05)

O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌, ‌‌o principal índice de FIIs, fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ quinta-feira ‌‌‌(25)‌‌ em alta de 0,24%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌3.004 pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ maio e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2023,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ 5,08% e‌‌‌ 4,75%,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌

Em resumo, o RBRP11 informou estar em discussão de propostas de andares do edifício River One. O XPCI11 indicou que reservas superiores a R$ 13 milhões. Além disso, o CCME11 divulgou detalhes da 2ª emissão de cotas.

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:

RBRP11 alega estar e discussão de propostas em andares do River One

Em relatório gerencial relativo a abril, o RBRP11 divulgou estar “em discussão de propostas” em dois andares e ½ das lajes comerciais do edifício River One.

A gestão do fundo alega não poder afirmar que nenhuma delas será convertida em locação, mas diz estar empenhada “em reduzir a vacância do ativo”.

“O fluxo de visitas tem crescido e percebemos efeitos do transbordo das regiões do Itaim e Faria Lima”, comenta a gestão do FII RBRP11.

XPCI11 indica ter reservas superiores a R$ 13 milhões

Em relatório gerencial relativo a abril, o XPCI11 apontou que tinha uma reserva de correção monetária na ordem de R$ 13,53 milhões no fechamento do período — correspondente a R$ 1,55 por cota.

Com o intuito de elevar a taxa de retorno médio de sua carteira de crédito, o fundo imobiliário investiu R$ 45 milhões em um novo CRI. O novo ativo possui uma taxa de IPCA + 7,84% ao ano. Anteriormente, a taxa média de aquisição da carteira do FII XPCI11 era de IPCA + 6,26%.  

CCME11 informa detalhes da 2ª emissão de cotas

Os investidores tiveram até o dia 24 de maio para exercerem seu direito de preferência na B3 e participarem da 2ª emissão de coitas do CCME11. Serão dois períodos de subscrição das cotas novas: de 26 de maio a 1º de junho, e de 19 de junho a 26 de junho.

A gestora do FII CCMI1 pretende arrecadar aproximadamente R$ 303 milhões com a nova oferta de cotas. Para isso, será necessário emitir três milhões de novas cotas, podendo ser acrescentada por conta de opção de lote adicional, ou diminuída devido à distribuição parcial.

De acordo com o prospecto da oferta, a nova emissão de cotas busca a aquisição de ativos para o CCMI11, dentro da política de investimentos. O pipeline potencial em aquisições apontado no documento é de R$ 535 milhões.

foto do autor: Silvio Suehiro
Silvio Suehiro

Redator freelancer, com experiência na produção de notícias e artigos para as áreas de economia, finanças e investimentos. Graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), e pós-graduado em Produção Audiovisual Multiplataforma pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM).

últimas notícias