O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ terça-feira‌ ‌(27)‌ ‌em queda de -0,27%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.817,51 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ ‌julho ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ 2,27%‌ ‌e‌ -1,83%,‌ ‌respectivamente.‌ ‌

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

MFII11 divulga resultados e anuncia investimento no Paraná

O FII Mérito Desenvolvimento Imobiliário I (MFII11), gestado pela Mérito Investimentos, divulgou nesta terça-feira (27) o seu relatório gerencial do mês de junho, no qual descreveu seus resultados e anunciou novo investimento do fundo.

Referente ao mês passado, a gestão divulgou que o fundo distribuiu R$0,92 por cota. Isso equivale a uma rentabilidade de 0,88% ao mês e 339% do CDI (líquido de imposto de renda). Acompanhe na tabela abaixo:

MFII11

Na visão da gestão, a economia do país segue apresentando bons números, principalmente com o avanço da vacinação que traz “expectativa de uma abertura cada vez maior das atividades econômicas”, disse a Mérito Investimentos. 

Desta forma, os indicadores inflacionários apontam para uma acomodação da inflação, com o IGP-M variando 0,6% no mês, enquanto o IPCA variou 0,53%. 

Porém, a preocupação da gestão, neste caso, tem sido com o aumento do INCC-M - índice que mede a inflação na construção civil - que acelerou 2,3% no mês, “afetado principalmente pela alta do sub-índice de mão de obra, que subiu 2,98% no período”. 

Investimentos do fundo em obras

O MFII11 começou a investir em uma área na cidade de Ponta Grossa-PR. A cidade é um dos municípios mais populosos do estado do Paraná, “com cerca de 350 mil habitantes, sendo o maior parque industrial do interior do estado”, celebrou a gestora. 

O empreendimento marca a entrada do fundo na região Sul. Com isso, o fundo segue em diversificação do seu portfólio com investimentos em importantes regiões do país.  

A gestão conta que o empreendimento está aprovado pelos órgãos públicos, possuindo 270 lotes entre 200 m² e 400 m². Neste caso, o investimento será em casas de baixo padrão, modelo de negócio com grande potencial de retorno, acredita a Mérito Investimentos. 

Por fim, a gestão citou outro empreendimento do fundo, o GSP Golden em Boituva-SP, que segue em ritmo acelerado de obras com as 3 primeiras fases do empreendimento (378 unidades) 100% vendidas. O MFII11 afirmou que as vendas seguem em ritmo forte. 

O Mérito Desenvolvimento Imobiliário I tem por objetivo principal a aquisição de participações em empreendimentos imobiliários desenvolvidos em parceria com incorporadoras de excelência comprovada, com atuação ativa do gestor na seleção e no monitoramento desses ativos. 

Confira abaixo o perfil do fundo em relação ao seu portfólio:

MFII11

RBRP11 divulga resultados e rendimentos do mês

A gestão do FII RBR Properties (RBRP11) comunicou aos cotistas na última terça-feira (27), os resultados e rendimentos referentes ao mês de junho. A RBR Asset também explicou aos cotistas sobre suas estratégias de investimentos. 

O FII RBR Properties (RBRP11) é um fundo imobiliário de tijolo com investimentos em escritórios.

Em junho, o fundo distribuiu R$ 0,35 por cota. A RBR Asset explicou que os rendimentos mensais foram impactados uma vez mais pelo valor alocado em caixa após a 5ª emissão de cotas. Mesmo assim, . Esse valor equivale a 142,33% do CDI e um dividend yield de 5,39% a.a. Confira na tabela abaixo:

RBRP11

No mês, o fundo recebeu 99,7% da receita prevista nos contratos, com inadimplência de 0,3% devido a um único inquilino do portfólio, lembrou a gestora.

Diante disso, a gestão afirmou seguir confiante em seu planejamento estratégico para o fundo. Na visão da gestora, o RBRP11 segue firme na estratégia de vender ativos maturados em busca de ganho de capital; comprar  ativos abaixo do custo; consolidar a participação dos ativos de sua carteira e investir em desenvolvimento em regiões prime de São Paulo. 

O otimismo da RBR Asset segue ancorada no aumento da vacinação contra a covid-19, que possibilita maior segurança sanitária e menor chance de fechamento do comércio. Além disso, uma consequência dessa movimentação é justamente o “esgotamento do home-office” como retomada no mercado de escritórios. 

Sobre o portfólio do fundo

Como complemento, a gestão observou que em junho, houve um aumento das visitas nos ativos do RBRP11, o que resultou na locação de um andar no Edifício Mykonos, ativo com menor demanda dentro de nosso portfólio. 

Também, o fundo realizou a venda de um andar no Ed. Mykonos, reduzindo a vacância do ativo e portfólio, afirmou a gestora. 

No mercado de FIIs, o RBRP11 aumentou sua exposição ao segmento logístico, comprando mais posições do fundo RBRL11. Até o momento, a maior parte dos investimentos em FIIs do fundo está focado no segmento de recebíveis, conforme pode ser visto nos gráficos abaixo:

RBRP11

RBRR11 dá detalhes da movimentação de sua carteira

A gestão do RBR Rendimento High Grade (RBRR11) informou aos cotistas nesta segunda-feira (31), os resultados do fundo referentes ao mês de junho. Além disso, a gestora RBR Gestão  demonstrou as operações da carteira do RBRR11 juntamente com suas performances.

O RBRR11 é um fundo imobiliário de papel com aplicações financeiras em títulos de dívida imobiliárias, com destaque aos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs). A estratégia da RBR é investir em operações exclusivas com originação própria ou de terceiros.

Referente à junho, o fundo distribuiu R$ 0,95 por cota, equivalente a um dividend yield anualizado de 12,34% a.a.. De acordo com a BRB Gestão, no semestre, o fundo distribuiu R$ 4,40/cota (dividendo médio de R$0,73/cota e dividend yield de 9,15% a.a.). Confira na tabela abaixo: 

RBRR11

O alto patamar de dividendo se deve, principalmente, aos resultados da estratégia tática e ao resultado acumulado desde o início do semestre nos papéis indexados a IGP-M (que acumula alta de 15,09% de janeiro a junho 2021). 

Sobre os investimentos do fundo

No final do mês passado, o fundo finalizou sua 6ª emissão de cotas com o montante de R$ 269,9 milhões, sendo que 85% do montante captado foi investido pelo RBRR11.

Atualmente, a carteira acumula um resultado gerado pela inflação, ainda não distribuído, equivalente a R$1,89/cota, reforçou a gestora.

Desta forma, o fundo efetuou a aquisição de dois CRIs: 

  • R$ 50 milhões no CRI GE Barueri,, remunerando a uma taxa IPCA+ 6% ao ano 
  • R$ 5 milhões no CRI Direcional, remunerando a 135% do CDI. 

Até a presente data de julho já investimos mais R$ 175 milhões em quatro operações e o montante em caixa atual é de aproximadamente R$ 90 milhões, 9% do PL. 

Também, o RBRR11 vendeu R$ 3,5 milhões de XPCI11, apurando um ganho de capital de R$ 144 mil no mês, desde a compra em mar/21 o resultado do investimento foi equivalente a 33,3% ao ano.