O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ segunda-feira‌ ‌(29)‌ ‌em alta de 0,88%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.563,76 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ novembro ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ -4,18%‌ ‌e‌ -10,67%,‌ ‌respectivamente.‌  

Também, o ‌‌índice‌‌ ‌‌‌‌SUNO30‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌em‌‌ alta de 0,87%‌ ‌‌e‌‌ ‌92,45 pontos.‌‌ ‌‌

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

BTLG11 compra galpão com recursos próprios e operação de alavancagem

A gestão do BTG Pactual Logística FII (BTLG11) comunicou aos cotistas nesta última segunda-feira (29) a aquisição de galpão logístico para o portfólio do fundo. A gestão explicou como será a forma de pagamento, que envolverá recursos próprios e operação de securitização (alavancagem). 

O fundo celebrou um compromisso de compra e venda envolvendo a aquisição de um Galpão logístico, localizado no Município de Mauá, São Paulo, com potencial área bruta locável de 88.773,84 m². Confira nas imagens abaixo:

BTLG11

O ativo ficou pronto no mês de novembro de 2021 e já se encontra 30% pré-locado. Adicionalmente, contará com uma locação contratada junto ao vendedor durante o período de 16 meses a contar da data de pagamento do saldo remanescente. 

A gestão disse que o pagamento da aquisição está sujeito à verificação de determinadas condições precedentes. 

Neste caso, a compra será realizada pelo valor de R$345.000.000,00 a ser pago da seguinte forma: 

  • Uma parcela inicial de R$ 15.000.000,00 que o BTLG11 já pagou a título de sinal 
  • Saldo restante de R$ 330.000.000,00 a ser pago em dezembro deste ano. 

Sobre o saldo remanescente, o fundo usará dos seus recursos de caixa e parte por meio de operação de securitização, sendo que o pagamento se iniciará após cumprimento das Condições Precedentes. 

Com o pagamento do Saldo Remanescente, o BTLG11 se tornará o único titular da propriedade e de todos os direitos sobre o imóvel. O aluguel será equivalente a R$ 0,12/cota por mês se considerado o número de cotas atuais do fundo. 

O BTG Pactual Logística é um fundo imobiliário de tijolo com objetivo de obtenção de renda e ganho de capital por meio de investimentos em imóveis destinados a operações de armazéns logísticos e plantas industriais. 

RBRR11 informa resultados e mostra suas operações

A gestão do RBR Rendimento High Grade (RBRR11) informou aos cotistas nesta segunda-feira (29), os resultados do fundo referentes ao mês de outubro. Além disso, a gestora RBR Gestão demonstrou as operações da carteira do RBRR11.

Referente ao mês de outubro, o fundo distribuiu R$ 0,90 por cota. Esse valor corresponde a um dividend yield anualizado de 11,65% a.a. Confira na tabela abaixo:

RBRR11

Investimentos do fundo

Em relação aos investimentos do mês, o RBRR11 alocou R$35 milhões no CRI Pátio Malzoni, operação de antecipação de locação remunerando IPCA + 5,92%. 

A gestão comentou que o ativo conta com alienação fiduciária de lajes do edifício Pátio Malzoni, empreendimento ícone localizado na Faria Lima – São Paulo.  

A carteira de CRIs conta com 41 ativos investidos a uma taxa de CDI + 2,52%, correspondente a uma taxa nominal de 9,34%. Confira na imagem abaixo as projeções dos índices de mercado e a duration dos ativos do fundo:

RBRR11

Dentro da estratégia tática de FIIs, o RBRR11 vendeu R$ 4,7 milhões de MCCI11 e R$ 3,5 milhões de BARI11, gerando um ganho de capital de R$ 80 mil no mês (R$0,01/cota). 

O resultado dos investimentos foi equivalente a 14,4% ao ano.  

Na ponta compradora, o fundo aproveitou a oferta do XPCI11 e investiu R$1,5 milhões. 

Resultados acumulados

Desta forma, a gestão destacou que o fundo segue a apuração pelo regime caixa, onde a distribuição da inflação está, necessariamente, limitada ao “resultado caixa”. 

E, nos casos em que a correção for maior do que amortização, tal diferença é acumulada mês a mês, sendo distribuída posteriormente. 

A gestora explicou que a carteira acumula um resultado gerado pela inflação que ainda não foi distribuído, o equivalente a R$2,18/cota.

Na visão da gestão, esse é um ponto muito positivo para o RBRR11 que ainda não é considerado na análise do mercado.

O RBRR11 é um fundo imobiliário de papel com aplicações financeiras em títulos de dívida imobiliárias, com destaque aos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs). A estratégia da RBR é investir em operações exclusivas com originação própria ou de terceiros.