O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ segunda-feira‌‌‌ ‌‌‌(30)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ alta de 0,21%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.813 pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ maio ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ -0,01 ‌‌‌e‌‌‌ 0,27%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌Em resumo, MXRF11 explica dividendos do mês, enquanto o RBRP11 relata sobre sua vacância.

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌

MXRF11 explica dividendos maiores em maio e mostra investimentos

A gestão do Maxi Renda FII (MXRF11), detalhou em seu relatório gerencial divulgado na segunda-feira (30), os resultados do mês de abril. Desta forma, a gestora XP Asset Management explicou como o fundo pagou dividendos maiores este mês. 

Em relação ao mês de abril, os dividendos do MXRF11 foram de  R$ 0,11 por cota, pago aos cotistas no dia 13 de maio. Esse valor equivale, considerando o valor patrimonial (R$ 10,06) aproximadamente 131,11% do CDI no período. 

MXRF11 fiis

Os rendimentos auferidos segundo o regime de caixa foram de R$ 0,104 por cota, totalizando R$ 23,41 milhões. O book de CRI trouxe resultado caixa do MXRF11 de R$ 20,44 milhões. Por outro lado, a carteira de FII o resultado foi de R$ 2,30 milhões e as permutas resultaram em R$ 1,85 milhão de dividendos. 

O fundo distribuiu um pouco mais do que o resultado apresentado, utilizando parte do caixa para completar o valor de R$0,11 por cota. Ainda assim o fundo possui uma reserva de R$ 294.574 que poderá ser distribuída nos próximos meses. Confira:

Investimentos do fundo

Sobre as estratégias do fundo, a gestão seguiu com a estratégia de reciclagem de portfólio de CRIs com a venda de alguns ativos, o que trouxe ganho de capital e investimento de R$ 114,30 milhões no mês em um novo papel. 

Já no book de FIIs, o MXRF11 realizou novas alocações táticas, com investimento de R$ 27,76 milhões em dois FIIs que já estavam na carteira do fundo. 

No book de Permutas Financeiras, o MXRF11 não fez novos investimentos. A gestora explicou que em virtude do aumento de custos de insumos e terrenos, em conjunto com cenário macro mais desafiador, existe um maior repasse de custos. Isso inviabiliza, no momento, nos investimentos no segmento. 

O Maxi Renda FII é um fundo de papel com objetivo de rentabilizar por meio da aplicação de seus recursos em ativos financeiros com lastro imobiliário, tais como CRI, Debênture, LCI, LH e cotas de FIIs.

FII RBRP11 vê movimento para locação e se esforça para reduzir vacância

A gestão do FII RBR Properties (RBRP11) comunicou aos cotistas na última segunda-feira (30), sobre os resultados do fundo. A RBR Asset sobre vacância e aumento da procura dos imóveis do RBRP11. 

Em relação aos rendimentos pagos em maio, no valor total de R$ 5,48 milhões, os dividendos do RBRP11 foram de R$ 0,45 por cota. Esse valor equivale a 79,33% do CDI e um dividend yield de 8,24% a.a. Confira: 

RBRP11 fiis

Aumento na procura pelos ativos do fundo

A gestora comentou que no mês de abril teve melhora no fluxo de pessoas nos prédios do fundo, com destaque para a região da Faria Lima. Entre esses, o ativo Ed. Mario Garnero tem recebido diversas visitas e consultas para possíveis locações. 

Neste aspecto, conforme o preço de aluguel sobe e as áreas ficam escassas na Região da Faria Lima e Itaim, a gestora acredita que os inquilinos começam a buscar áreas nas regiões mais próximas. 

Vacância do Ed. River One

O portfólio fechou o mês de abril com 10 ativos imobiliários dentro da estratégia CORE, com vacância de 10%, localizada em ativos pontuais. A gestora não considera o River One para cálculo de vacância devido à Renda Mínima Garantida, que será pago até outubro deste ano. 

Em relação ao Ed. River One, que segue sem locações, o time de gestão, junto a administradora do edifício aprovou o valor do condomínio para o 2022. O valor é muito atrativo, próximo de R$ 13,50/m² no cenário com 100% de ocupação do prédio, o que deve nos beneficiar em futuras negociações para novas locações. 

O FII RBR Properties (RBRP11) é um fundo imobiliário de tijolo com investimentos em escritórios.