A gestão do FII BTG Pactual Corporate Fund (BRCR11) comunicou aos cotistas nesta segunda-feira (1) os resultados referentes ao mês de julho. O fundo fechou novo contrato de locação

Desde julho, o BRCR11 tem um novo locatário no ativo Eldorado. O novo contrato é equivalente a um andar, correspondendo a 2.126 m². Além disso, área do imóvel que segue vaga vem sendo "alvo de aquecidas visitas que podem ser convertidas no breve horizonte em novos contratos de locação", diz a gestora.

A vacância financeira do portfólio, em junho de 2022, representava 19,4%, em termos de receita de locação potencial e 24,1% sobre o total de ABL em m².

Redução na taxa de administração

A gestora também confirmou que o fundo manterá por mais três anos da redução da sua taxa de gestão de 1,50% a.a. para 1,10% a.a. sobre a base de cálculo do Fundo (atualmente valor de mercado), uma economia de 27%.

Na visão da gestão, essa redução vem em linha com as suas iniciativas que visam o interesse dos cotistas do BRCR11 dado o momento macroeconômico brasileiro.

Rentabiliade do fundo e dividendos

A rentabilidade total para o cotista no último mês, considerando os rendimentos distribuídos e o valor da cota, foi negativa em 7,4%, enquanto o Ibovespa registrou variação positiva de 4,7%.

Os últimos dividendos do BRCR11 foram R$ 0,47/cota, o que corresponde a um dividend yield anualizado de 10,4%.

Conheça o BRCR11 

O BTG Pactual Corporate Fund é um fundo imobiliário do tipo tijolo, com o foco na compra de imóveis para locação, especialmente no mercado de escritórios comerciais de lajes corporativas. O FII possui patrimônio líquido de R$2,7 bilhões e tem cerca de 143.313 cotistas.  

Para quem deseja investir no BRCR11, o valor patrimonial de sua cota é de R$101,51, sendo sua taxa de administração de 0,25% a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).