O Fundo de Investimento Imobiliário FII BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), administrado pela Intrag DTVM Ltda., divulgou na última quinta-feira (1) o seu relatório gerencial do mês de junho, no qual descreveu seu resultado e rendimento mensal, assim como a atualização de seu portfólio.

O BRCR11 teve a informação sobre a rescisão antecipada de um locatário do Eldorado. Este, por sua vez, ocupa meio andar do empreendimento. Além disso, o locatário deverá cumprir todas as disposições contratuais. Sendo assim, caso realmente ocorra esta saída, o fundo vai fazer um aviso prévio e colocar multa pelo término antecipado.

No mês de junho, o Ministério da Economia entregou ao Congresso a segunda parte da reforma tributária. O BRCR11 lembra ainda que algumas propostas surpreenderam ao mercado.

Apesar das mudanças nas alíquotas de imposto de renda, que já eram previstas, ainda se propõe o fim da isenção imposto de renda sobre os rendimentos de investimentos imobiliários para as pessoas físicas.

Portfólio do BTG Pactual Corporate Office Fund

O BTG Pactual Corporate Office Fund é um dos maiores fundos de investimento imobiliário (FII) que estão presentes na bolsa de valores do Brasil. O BRCR11 se constituiu em junho de 2007, e partir disso, se utiliza uma gestão ativa sobre sua carteira.

O objetivo do BRCR11 é principalmente realizar investimentos em escritórios comerciais de laje corporativa com renda no Brasil. Esses escritórios estariam localizados estrategicamente em grandes centros comerciais, através da aquisição de imóveis comerciais de escritórios ou direitos relativos a imóveis.

São 4 pilares para a política de gestão ativa do BRCR11:

  • Negociação de contratos de locação;
  • Investimento em expansão dos imóveis;
  • Reciclagem do portfólio;
  • Alavancagem na aquisição de novos imóveis ou cotas de outros FII.

Por região, a receita do BTG Pactual Corporate Office Fund se concentra 78,1% em São Paulo, enquanto 21,9% está no Rio de Janeiro. Por classe de ativo, 72,2% é AAA, enquanto 19,9% é B e 7,8% em A.

Por setor, as categorias se dividem em:

  • Outros - 65,2%;
  • Financeiro - 14,4%;
  • Automobilística - 8,9%;
  • Saúde - 6,8%;
  • Seguros - 3,0%;
  • Serviços - 1,8%.

BRCR11 anuncia resultado de junho e comenta reforma tributária

Resultados e rendimentos do BRCR11

A rentabilidade total do BRCR11 para o cotista no mês de junho foi negativa em 1,8%, levando em conta os rendimentos distribuídos e o valor da cota. Nesse sentido, O Ibovespa variou 0,5% de forma positiva. Já a liquidez diária foi de R$ 3,0 milhões no período.

A cotação do BTG Pactual Corporate Office Fund no mercado secundário fechou o mês no preço de R$ 81,00 por cota. Já o dividend yield anualizado atingiu os 7,0%, considerando a última distribuição.

Do mesmo modo, o valor de mercado do BRCR11 foi de R$ 2,16 bilhões, enquanto o valor patrimonial alcançou os R$ 2,87 bilhões. Desse modo, o valor patrimonial é de R $107,80 por cota. O rendimento mensal por cota é de R$ 0,46 e o número de cotistas é de 127.434.