Em relatório gerencial apresentado aos cotistas nesta quarta-feira (19), a gestão do BTG Pactual Crédito Imobiliário (BTCR11) comunicou os resultados do fundo referente ao mês de dezembro de 2021. Também, a gestão explicou que, por meio operações compromissadas com CRIs, o fundo adquiriu mais recursos. 

O BTCR11 divulgou que a distribuição de rendimentos no mês de dezembro totalizou R$ 0,91 por cota. Desta forma, foi distribuído R$ 8,78 no acumulado de 2021, maior resultado anual desde o início das atividades. Confira abaixo:

BTCR11

Da mesma forma, a gestora disse que o dividend yield anualizado ficou em 12,0%. Em relação à cota patrimonial, R$ 98,25, o DY ficou em 11,2%, o que representa 122% do CDI.

Operações compromissadas

O fundo explicou aos cotistas a utilização de operações compromissadas para maior arrecadação no mês. Essas operações consistem na venda de títulos (CRI) com o compromisso de recomprá-los após determinado tempo. 

Desta forma, a gestora disse que através dessas operações o BTCR11 conseguiu mais recursos com base na venda temporária dos CRI para instituição financeira terceira, que permanece com o CRI em garantia caso o FII posteriormente não consiga fazer a recompra do ativo. 

Portanto, em no dia 31 de dezembro de 2021, o BTCR11 captou R$ 28 milhões em compromissadas, volume equivalente a 5,9% do patrimônio. Esses recursos serão utilizados em novas aquisições

Por fim, em relação às movimentações no portfólio de créditos do fundo, o BTCR11 adquiriu o CRI You, pagando R$ 17 milhões, a operação está indexada a CDI+4,25% a.a. e possuí lastro em debênture de investida da companhia. 

Conheça o BTCR11 

O BTCR11 é um fundo imobiliário com objetivo de rentabilizar por meio do investimento em instrumentos de renda fixa ligados ao setor imobiliário, principalmente em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

 O FII BTG Pactual Crédito Imobiliário possui patrimônio líquido de R$439 milhões e tem cerca de 10.373 cotistas. 

  Para quem deseja investir no BTCR11, o valor patrimonial de sua cota é de R$98,25, sendo sua taxa de administração de 0,20% a.a. sobre patrimônio líquido e 0,80% de taxa de gestão.