O Fundo de Investimento Imobiliário Devant Recebíveis Imobiliários (DEVA11), administrado pelo Vórtx DTVM Ltda., divulgou o seu relatório gerencial do mês de novembro, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal, assim como a atualização de seu portfólio.

O objetivo do Devant Recebíveis Imobiliários (DEVA11) é conseguir rendimentos e ganhos de capital com aplicações em ativos financeiros por meio de lastro imobiliário. Esses ativos se tratam basicamente de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). O DEVA11 teve início em agosto de 2020 e possui uma taxa de administração de 0,20% ao ano e taxa de gestão de 1,00% ao ano.

O fundo lembrar que em 26 de novembro o DEVA11 completou 1 ano de negociação na Bolsa de Valores (B3). Além disso, tem mais de 1 ano e 3 meses de existência. Nesse período, levando em conta as nuances de mercado, o Devant Recebíveis Imobiliários entregou “um resultado expressivo e superior aos seus peers no acumulado”.

Portfólio do Devant Recebíveis Imobiliários

O Devant Recebíveis Imobiliários diz que do ponto de vista da diversificação, nesse intervalo de 1 ano se pode equiparar a carteira do fundo à de “fundos de CRIs mais antigos e tradicionais de mercado” e que esta uma prioridade da equipe de gestão. A diversificação do Devant Recebíveis Imobiliários por ativo se divide em:

  • 88,6% em CRIs;

  • 7,7% em FIIs;

  • 3,7% em caixa.

Por setor, essa diversificação da carteira do DEVA11 se dá da seguinte forma:

  • Corporativo - 31%;

  • Multipropriedade - 29%;

  • Loteamento - 19%;

  • Incorporação Vertical - 11%;

  • Shopping - 5%;

  • Energia - 3%;

  • Time Sharing - 1%.

A taxa média ponderada da carteira do DEVA11 é Inflação + 10,37% ao ano e CDI + 5,92% ao ano. A carteira de CRI por Indexador se dá por 92,7% em IPCA + 10,35%, enquanto 5,5% está em IGP-M + 10,74%. O indexador CDI + 5,92% representa 1,4% e 0,4% corresponde a INPC + 9,22%.

O DEVA11 relata também que o duration, que é o prazo médio em que o detentor de um título vai recuperar o investimento realizado ao comprar o papel é de 2,88 anos. Veja mais detalhes sobre a carteira do fundo através do gráfico:

DEVA11 divulga resultado em relatório gerencial de novembro

Resultados e rendimentos do DEVA11

No mês, o DEVA11 distribuiu R$ 1,42 por cota aos detentores do fundo. Esse valor representa um dividend yield de 1,47% e o Dividend Yield Gross Up CDI foi de 294,53%. O Devant Recebíveis Imobiliários tem 13.031.097 de cotas emitidas.

O número de cotistas chegou a marca de 67.692 investidores. A taxa de administração do fundo é 0,20% ao ano e a taxa de gestão é 1,00% ao ano. A taxa de performance é 10% do que exceder 100% do CDI.

O patrimônio líquido do DEVA11 alcançou a marca de quase R$ 1,26 bilhão. A cota patrimonial do fundo é de R$ 96,66 ao final do mês de novembro, enquanto a cota de mercado atingiu os R$ 98,20. O valor de mercado do fundo é de pouco mais de R$ 1,28 bilhão.

As receitas totais do DEVA11 em novembro atingiu a marca de quase R$ 21,46 milhões, enquanto as despesas foi de cerca de R$ 2,32 milhões Com isso, o total distribuído pelo fundo atingiu a marca dos R$ 18,5 milhões.