Primeiro Fiagro híbrido do Brasil dispara 11,7% em 2023 e anuncia lucro de R$ 4,03 milhões

O primeiro Fiagro híbrido do Brasil teve uma alta de 11,7% em 2023 e o fundo divulgou um lucro de R$ 4,03 milhões. Veja qual Fiagro é esse.

Primeiro Fiagro híbrido do Brasil dispara 11,7% em 2023 e anuncia lucro de R$ 4,03 milhões
Primeiro Fiagro híbrido do Brasil dispara 11,7% em 2023 e anuncia lucro de R$ 4,03 milhões. Foto: Pixabay

O Fiagro da Suno Asset, SNAG11, divulgou seu relatório gerencial do mês de junho, reportando um lucro mensal de R$ 4,03 milhões, equivalente a R$ 1,34 por cota. Além disso, o Suno Agro disparou 11,7% em 2023, considerando sua cotação de hoje (11).

A cotação do Fiagro SNAG11 era de R$ 9,21 até o final de dezembro, enquanto a cotação atual é de R$ 10,29. Vale destacar que todos os meses deste ano foram positivos para o Suno Agro em 2023 na Bolsa de Valores até agora.

Ao final de junho, o primeiro Fiagro híbrido do Brasil terminou com R$ 586,5 mil de reserva de lucros, equivalente a R$ 0,20 por cota.

O portfólio do SNAG11 mantém 89% de seu patrimônio líquido exposto ao CRA Boa Safra que, por sua vez, tem em sua composição dezenas de CPRs diferentes.

Os rendimentos distribuídos pelo CRA são registrados conforme o período entre 15 do mês corrente até o dia 15 do mês subsequente. Entre 16/05 e 15/06, por exemplo, foram 22 dias úteis. Isso faz com que a gestão fique “confortável” para manter o patamar de pagamento médio de R$ 1,20 por cota.

Além de manter o nível de distribuição, o fundo SNAG11 terá R$ 849.897,16 em reservas, correspondente a R$ 0,28 por cota.

Investimentos do SNAG11

No mês de maio, o Fiagro da Suno não realizou movimentações e novas alocações em sua carteira. Com isso, o fundo permanece com alocação de 89% em CRAs, 8% em imóveis e 3% em CRIs.

Os 4 ativos do SNAG11 e o percentual do patrimônio líquido na carteira são:

  1. Imóvel rural Primavera: 4,7% (yield de 8%);
  2. Imóvel rural Sorriso: 3,3% (yield de 8%);
  3. CRA Boa Safra: 88,6% (yield de 3%);
  4. CRI Bem Brasil: 3,3% (yield de 5%).

No mês de junho, o patrimônio líquido do SNAG11 fechou em R$ 302,149 milhões, ou R$ 100,72 por cota, em meio a uma nova oscilação positiva.

Já a cotação a mercado do Suno Agro fechou o mês com uma variação positiva de R$ 0,20, a R$ 100,70, enquanto no mês de maio era de R$ 100,50.

Com isso, o valor de mercado ao final de junho era de R$ 302,1 milhões. Também ocorreu uma elevação relevante no número de investidores durante o mês, alcançando a marca de 42,5 mil cotistas.

O volume negociado em junho também aumentou, com uma liquidez média diária de R$ 1,2 milhão. Em liquidez, na comparação com seus pares, o SNAG11 continua “performando acima da média em termos de volume negociado, apesar da retração observada nos últimos meses”, explicou a gestão.

Tags
foto do autor: João Vitor Jacintho
João Vitor Jacintho

Redator profissional, com atuação no mercado editorial na produção de notícias e conteúdos sobre o mercado de ações, criptomoedas, fundos imobiliários e economia popular. Graduando em Engenharia Química pela Unesp, também já trabalhei como consultor financeiro.

últimas notícias