O FII Integral BREI Fundo de Fundos (IBFF11), gestado pela Integral Brei Real Estate, divulgou nesta quarta-feira (26) o seu relatório gerencial do mês de abril de 2021, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais. Além disso, a gestão fez um apanhado geral sobre a atual situação do mercado imobiliário.

A gestão ressaltou que o fechamento do mês de abril veio com "perspectiva mais positiva para economia e pandemia”. Desta forma, a Integral Brei Real Estate destacou os destaques que contribuíram para um cenário mais positivo, a saber: 

  • O orçamento federal aprovado, 
  • Leilões de concessões bem sucedidos, 
  • Leve queda da inflação comparado à março, 
  • Valorização do real frente ao dólar e 
  • Diminuição dos casos e morte diárias por covid-19 

Além disso, o dólar fechou em queda de 3,49% e os resultados de inflação também animaram, IPCA fechou o mês com 0,31% contra 0,93% de março e IGP-M, da mesma forma, registrou queda para 1,51% frente a 2,94% do mês anterior. 

No geral, a gestão do IBFF11 ressalta que “os fundamentos continuam positivos para o setor imobiliário que deve capturar essa elevação da atividade econômica e continuar o movimento de recuperação registrado anteriormente à pandemia”. 

Mesmo assim, em abril, o país atingiu a triste marca de 400 mil mortos pela pandemia. A garantia que os avanços do mês prosseguirão depende diretamente do avanço da vacinação contra a covid-19. 

Sobre o mercado de FIIs

Em relação ao mercado de FIIs, a Integral Brei lembrou que IFIX fechou com leve alta de 0,51%. Mais uma vez, os fundos de CRI apresentaram os melhores resultados, principalmente com o recente aumento da taxa de juros. 

Já o setor de escritórios e shoppings reagiram positivamente conforme a reabertura gradual da economia no final de abril e o setor logístico manteve estabilidade. 

Em abril, o IBFF11 teve um volume negociado 19% menor comparado a março, devido à redução das negociações realizadas por investidores institucionais.

Diante disso, a gestão observou um aspecto relevante sobre a diferença entre o comportamento dos investidores pessoa física e o institucional. “O primeiro realiza as alocações com base em dividend yield e o segundo foca em ativos com desconto patrimonial causados pelas incertezas da pandemia”, afirmou a gestora. 

A exposição dos resultados do IBFF11 e movimentação da carteira

No mês de abril, o IBFF11 apresentou lucro líquido de R$ 233 mil. Os resultados vieram das seguintes operações: 

  • R$ 39 mil em ganho de capital com o giro dos ativos RBRR11 e MCCI11, R$ 40 mil referente a juros e liquidação parcial do CRI Loft e 
  • R$ 239 mil de receitas de rendimentos dos FIIs em carteira. 

Desta forma, o IBFF11 fecha o mês com resultado de R$0,35 por cota. Nos últimos 12 meses foram distribuídos R$ 4,97/cota, ou 6,93% de dividend yield. Confira abaixo:

IBFF11

Destacamos que nos próximos meses seguimos com a liquidação dos CRIs em carteira. 

  • O CRI Loft recebeu habite-se em abril e além dos R$ 40 mil de resultado já distribuído neste mês, temos esperado para o mês de maio mais R$ 133 mil com a liquidação total do papel. 
  • O CRI Teixeira Pinto também possui liquidação prevista para se iniciar em maio e deve seguir nos próximos meses, com isso, esperamos construir uma reserva de lucro e realizar uma gestão eficiente do recurso proveniente dos CRIs para elevar o nível de dividend yield do Fundo

Diante disso, o IBFF11 terá liberação de aproximadamente 13% da carteira para novas alocações, recurso importante para rebalancear a carteira do Fundo e buscar ativos que maximizem a distribuição do fundo. 

Veja abaixo o portfólio do fundo:

IBFF11

Conheça o IBFF11

O FII Integral BREI Fundo de Fundos Imobiliários tem como objetivo principal auferir rendimentos e ganho de capital com a aquisição de cotas de outros Fundos de Investimento Imobiliário, bem como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Letras Hipotecárias (LH) e Letras de Crédito Imobiliário (LCI). 

O fundo em questão possui patrimônio líquido de R$57 milhões e tem aproximadamente 666.681 de cotas emitidas. 

Para quem deseja investir no IBFF11, o valor patrimonial da sua cota é de R$85,91, sendo sua taxa de administração 0,20%a.a sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).