O Fundo de Investimento Imobiliário Shopping Jardim Sul (JRDM11), administrado por BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM, divulgou nesta terça-feira (26) o seu relatório gerencial do mês de setembro, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal, assim como a atualização de seu portfólio.

O objetivo do JRDM11 é investir em empreendimentos imobiliários do tipo Shopping Center, através da compra de até 40% do Shopping Jardim Sul e até 40% dos direitos aquisitivos

relativos às vagas de garagem 1 e 2. Além disso, o Shopping Jardim Sul tem o intuito de finalizar a locação e até mesmo explorar o estacionamento e outros ativos-alvo.

O shopping Center Jardim Sul é administrado pela BR Malls e tem lojas referências, assim como lojas âncoras, entre elas: a C&A, Renner, Pão de Açúcar e Americanas. Esse shopping tem uma área de Entretenimento com 9 salas de cinema, teatro e toy park para crianças. Além disso, esse empreendimento tem uma unidade do Fleury Medicina e Saúde.

Portfólio do Shopping Jardim Sul

O início do Shopping Jardim Sul (JRDM11) foi em 17 de julho de 2012 e até hoje se teve 1 emissão de cota. A taxa de administração do fundo é de 0,20% ao ano sobre o patrimônio líquido ou sobre valor de mercado, desde que o fundo tenha passado a integrar índices de mercado.

O JRDM11 lembra que em 2019 foi aprovado em assembleia um Capex de cerca de R$ 19,46 milhões. Nesse caso, ocorreu isso após o pagamento da dívida com a Br Malls, bem como o valor de obra provisionado para 2018, no valor de R$ 10,865 milhões. O valor consumido em 2018 foi para a regularização imobiliária.

Já o valor consumido em 2019 foi para o término da adequação das escadas externas de acesso ao Shopping. Com isso, se teve o início ao andamento da substituição das escadas

rolantes, allowance shell e a adequação das estruturas de mall e mídia.

Resultados e rendimentos do JRDM11

Neste relatório do JRDM11 também foi divulgado a demonstração de resultados do mês de agosto, em que se teve R$ 418 mil em propriedades de investimento, enquanto as despesas operacionais totalizaram R$ 95 mil. Com isso, o lucro líquido no período foi de R$ 350 mil. Assim, se teve um resultado líquido de quase R$ 510 mil.

Na distribuição mensal do JRDM11, o rendimento foi de R$ 0,1449 por cota, com pagamento no dia 15 de setembro de 2021. No mercado secundário, se teve 21.145 cotas negociadas, com um volume de R$ 1,36 milhão, com base na cota de fechamento.

JRDM11 divulga relatório do mês de setembro com seus resultados

Já o patrimônio líquido do JRDM11 atingiu a marca dos R$ 222,17 milhões, que em meio a 2.522.968 cotas emitidas, o valor patrimonial da cota alcançou os R$ 88,06. Já o número de cotistas chegou a 5.221 investidores. A área locável do empreendimento é de 28.620,09 m².